O Valor do Uso de Talismãs

O valor do uso de talismãs, colares, correntes, anéis, apetrechos vários oferendas, tais como: flores, comidas, bebidas, velas, rezas e orações e ainda sacrifícios de animais e outras formas. Há necessidade desse ritualismo? Isso é crendice popular, um mal necessário ou um bem pragmatizado?

Nenhum pragmatismo, ritualismo pagão e uso de qualquer apetrecho, objetos ou qualquer tipo de oferenda ou oração, seria necessário para um ser evoluído, cuja humanidade também fosse totalmente evoluída tecnicamente ou espiritualmente ou somasse o conjunto desses dois níveis.

Um ser evoluído, ou melhor, uma humanidade evoluída teria e tem o domínio do conhecimento com sabedoria e sabe, através do uso do seu potencial cerebral e espiritual, fazer uso do controle de todas as energias que a rodeiam e com ela se integram.

Em uma humanidade evoluída o padrão vibratório mental está nivelado nas faixas ultra-elevadas em contato contínuo com os centros ou entidades geradoras de forças. Estas por sua vez, já se situam em níveis de contatos nivelados com a Divindade, ou ainda, estão ligadas diretamente ao Núcleo Central Cósmico Deus. Em razão disso dispensam indutores psicológicos ou transformadores espirituais que seriam as entidades que na Terra, com uma humanidade em evolução, fazem o papel de Guias, para terem o sucesso desejado quer seja de âmbito positivo ou negativo na ajuda a seus protegidos ou pupilos. Infelizmente, a Terra ainda em franca evolução geral, ou seja, técnico-mental e espiritual, e pior ainda, está passando agora pela sua mais difícil fase de transição de transformação, o que permite a ebulição das forças geradas pela Natureza e pela mente humana. Essas forças partindo de várias fontes positivas, neutras e negativas, sãs ou doentias, entram em choque pois são antagônicas entre si, obrigando os contendores ou seja, os próprios seres humanos a temerem-se uns aos outros, a armarem-se e a se defenderem de tudo e de todos, ou contra tudo e contra todos e a produzirem seu imenso e variadíssimo arsenal: arsenal, este composto de armas, físicas, armas mentais (vibrações), armas psicológicas, armas indutoras, armas espirituais (guias ou protetores) e muitas outras “ad-infinitum”, fruto da insegurança, do medo, da ignorância ou da falta de sintonia com as fontes de fé, falta de sintonia com as fontes Maiores Geradoras das energias ou do plasma divino que toda a humanidade evoluída sabe como aproveitar suas emanações para sobreviver cósmica e sideralmente. Mesmo a música que a meu ver, e como ex-compositor numa das minhas reencarnações, é um dos meios mais diretos de contato com as fontes geradoras de energia, quer sejam estas fontes positivas ou negativas, é, assim mesmo, ainda um meio artificial do qual uma humanidade superior faz pouco ou nenhum uso para indução do seu ego grupal, porém, ainda é o melhor e mais neutro intermediário depois da prece.

Felizmente ou infelizmente na Terra o uso desse pragmatismo ou ritualismo é um mal necessário para suplantar, momentaneamente, aquelas falhas e fraquezas já apontadas acima, proporcionalmente ao grau de adiantamento ou de conhecimento alcançado por cada ser humano ou por cada entidade espiritual.

Portanto, dentro dos usos e costumes de uma humanidade como o da Terra é devido disparidade ou desigualdade de nível de evolução de cada um dos seus membros, se faz necessário conquanto seja contraditório, o emprego desses indutores, neutralizadores ou defensores e ainda regeneradores e mantenedores do equilíbrio da vida entre as esferas psicossomáticas ou seja, na física, na mental e na espiritual, sem o qual, toda a humanidade atual atrasada em seus princípios morais e espirituais básicos, estaria toda ela a mercê das forças de maior fluxo e de maior domínio que são as forças negativas devido as próprias falhas do ser humano ainda não espiritualizado.

A plasma resultante das vibrações das mentes espirituais e humanas sobre esses indutores, acrescida dos agravantes proporcionais pelo uso indiscriminado das drogas alucinógenas são de efeito inacreditáveis e devastadores dos usados negativamente pelo ser humano e não menos inacreditáveis, sensacionais e neutralizadores quando usados positivamente.

O Amor é o maior dos poderes humanos que aliado a fé e a princípios nobilitantes elevam a consciência humana aos mais altos níveis de divinização desprezando qualquer outro poder ou dom indutor, pois o amor assim composto, restabelece a aura, regenera as células, promove o equilíbrio endócrino e metabólico e na essência psicossomática da humanidade. Bastaria que o homem tivesse esse conjunto de forças guiado por um grande intelecto com sabedoria para que não precisasse mais de qualquer outro dispositivo pragmático ou ritualistico.

A mediunidade em suas variadas manifestações e tipos, é até agora o melhor conduto entre as várias esferas físicas e psíquicas, mentais e espirituais, e é através dessas variadas manifestações que os médiuns, que são os intermediários vivos entre esses campos, que a humanidade no atual nível kármico no qual se encontra pode e faz uso de todas as formas de indutores, catalisadores, neutralizadores e apetrechos de defesa e de ataque entre as forças do bem e do mal, positivas e negativas que se entrechocam pelo seu natural antagonismo dentro das milhares de esferas que abrangem o todo cósmico sideral do globo terrestre.

Essas esferas existem em proporção a cada degrau evolutivo ou involutivo atingido pelos seres humanos e seres dos demais reinos que são representados e liderados pelos Elementais, seres estes, que tem sob si a manipulação e o controle das forças da Natureza, as quais devem permanecer sempre em equilíbrio entre si, caso contrário, todo o planeta no seu conteúdo psicossomático, se desmorona.

E, sendo esses seres são tão naturais como a Natureza, são tão puros, ingênuos e providos de um altíssimo grau de senso intuitivo do que o senso racional ou sentimental, muitas vezes escapam dos seus primitivos habitats, atraídos pelos condutos indutores utilizados por mentes de grande poder porém com grande má fé e objetivos escusos, fugindo portanto ao controle das entidades superiores. Se faz necessário muitas vezes o uso de outros tipos de indutores, neutralizadores por parte das outras mentes positivas a fim de encaminhá-los novamente às suas psicosferas ou países de origem no Astral terrestre.

Desta forma agem também as mentes negativas, para atraírem entidades negativas, sofredoras, afeitas ao mal e que somente através de indutores usados em sentido contrário, podem ser rechaçados ou mesmo recolocados de volta às suas psicosferas negativas, ou os chamados baixos-astrais. Por isso, apesar de que para nós, aqueles que buscam sempre o sentido mais amplo da evolução da consciência, esse pragmatismo e ritualismo existente parecerem mais folclore, fruto da crendice popular, é necessária sua existência, seu uso e emprego para que não haja acentuado desequilíbrio de forças e não predominem as forças negativas o que levaria o planeta Terra ao caos mais rapidamente, antes até do tempo previsto. São por assim dizer, as vacinas, os medicamentos e os antídotos que a humanidade tem a seu dispor para uso como bem lhe aprouver, porém, sempre sob a responsabilidade kármica, ou seja, “aquele que plantar vento colhe tempestade”!

Não esqueçamos que a humanidade é, por assim dizer, um grande corpo psicossomático, com suas células, moléculas, átomos, elétrons e neutrons, que são representados na figura de cada ser vivente, seja na esfera física -humana, animal, vegetal ou mineral, tendo seus correspondentes diretos nas esferas mentais e espirituais, logo, sofrem solução de continuidade, disseminando todo o tipo de desequilíbrio em todos os reinos da natureza, por isso, a necessidade de indutores profiláticos, preventivos e até exterminadores das “bactérias formas pensamentos” para que estas não venham a se transformar em miasmas e bactérias físicas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s