Homenagem ao Futuro Compositor Ultra-Sônico D.Yezzi

Não é só a música que agrada a GRIEGs e troianos e nem só de PONCE vive.

E se MOSSOLOV não existe mais para se bater, mas só caracú e coragem, não é só tomando um COPLAND de CHOPIN da BRAHMS numa mesa de um BACH ou se SMETANA vida alheia que se passa o tempo pensando ou não CHERUBINI aos outros.

SIBÉLIUS campos VERDI ali existem, também existem MONTEVERdis para passear. As flores ainda não MOUSSORGSKY e até os BEE-THO-VENS cantam nas altas árvores e os últimos RESPIGHIS do orvalho da noite já secaram, então, não sejamos filhos da PUCCINI, nem VIVALDIS, tampouco LEONCAVALOS para vencermos na vida.

CZIBULKA, FALLA demais, nosso coração não OFFENBACH aos outros que não conseguem SCRIABIN boas coisas sobre nós. Ele estará BELLINI por dentro, sempre CLEMENTE, GLINKAndo como quase tudo, mesmo quando as BRUCHs estiverem soltas tentando a BOCCHERINI a todos, CEZAR FRANCKs na maior parte da vida. Faça uma LISZT de coisas boas, esqueça a RAVEL, não DVORAK os outros que isso STRAVINSKY tudo e deixa os nervos em PENDERECKY. Mesmo que a NEVEN possa cair em sua vida, haverá os SAINT- SAËNS que formam a harmonia cósmica para o deleite de seus ultra-ouvidos.

WAGNER devagar, num andante com moto, ou num andantino, talvez num allegro ma num troppo, ma vivacce assái. DONIZET sempre as ações para não cair num moto-perpetuo sem fim de largos, prelúdios a árias tristes e adágios lamentosos. Ad-libitum se puder, pois, Con Rigore nem sempre ajuda.

Se possível, scherzando sempre, construa sua CORELI de FAURÊs gloriosas, pendure um BERLIOZque e o sinta ROSSINI seu pescoço e DEBUSSY na varanda da paz.

MASSENET assim for possível, não VILLA-LOBOS; MENDELSOHN palavras, expressões e composturas. Você se DARIUS MILHAUD se algo lhe ferir os ouvidos usando um band-HAYDN, ou ponha um SCHUMANNço de algodão para não escutar coisas MAHLER.

Estamos no mesmo BARTOK, talvez não BELLA, esqueça tudo é meio-dia; já é hora de MOZART. Peça seu BIZET à parmegiana e não deixe de PAGANINI a conta.

E quando quiser recordar, abra o ALBIONI da vida e não permite que os outros STRÁUSS os seus dias futuros.

ENSCHUBERT as lágrimas, meu amigo, PONCHIELLis de lado, HANDEL depressa, pegue a sua bebida preferida deGLUCKte-a poco-a-poco, rittenutto, a sotto-vocce e a tempo; poderá ser, se preferir, CHABRIER amargo ou doce ou mesmo GROFÉ com leite. Há GOUNODs p’ra tudo. ENESCO você sempre teve razão! HINDEMITHe-se quase tudo conquanto discorde-se de algumas coisas e RICCI de outras.

Não se esqueça ao se despedir de nos dizer TCHAIKOVSKY.

P.S.: Todos nós gostamos muito do BORODIN chocolate que você nos ofereceu, estava um DELIBES. Só faltou mesmo as BALAKIREVs de GOMES.

De seus colegas do Centro de Pesquisas da Ford

Rudge Ramos, 02/12/74

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s