Olho por Olho, Karma, Deus …

Olho por Olho

Pergunta 1:

Olá DYezzi,

Eu lendo seu livro, o primeiro … “Os que os extraterrestre … acham de nós” … tem uma parte lá sobre os karmas. Numa situação de perigo na rua com bandido, a gente tem que reagir? A questão de nosso karma que entendi lá pode sobrar olho no olho no dia do encontro com o KARMA. Onde devemos preservar o nosso espirito, a massa corpórica, devemos reagir para que o Karma seja mais brando? Mas mesmo com o perigo eminente, mesmo assim devemos reagir? ou só na oportunidade que temos de sucesso de escapar?

Obrigado,
Ronney E.

Pergunta 2:

Obrigado DYezzi,

Pois é, muito estranho as pessoas. Estava em experiência de trabalho e não renovaram os 45 dias. A gerente dizia que estava gostando mas veio ordem superior da empresa. Mas faz parte, estou tentando e fazendo flasback de onde minha ação não foi o desejado deles e retornaram com esta reação sendo que para mim a [minha] dedicação era suficiente. Enfim o universo conspira ao meu favor nas infinitas possibilidades. Chateado pelas falsidades das pessoas. Namaste. Só agora esperar a nave da federação e de lá esperar a 3D deixar de ser para o habitat aqui tornar 4D.

Ronney E.

Pergunta 3:

[Considerando] a palavra Lúcifer = Luz e Cristo = Luz, na física e tudo mais a luz é uma só. Origem a mesma, da criação. Então seria a mesma pessoa? Uma apagou assim dizem as religiões. E luz não apaga. Ela precisa do escuro para prosseguir. Resumindo: cada um no seu quadrado mas fica ainda a polêmica sobre a luz ser a mesma. Seria Lucifer/Cristo da mesma dimensão? Poderia o amigo decifrar esta para mim? Veio este tema hoje aqui na net.

Abraço,
Ronney E.

Resposta 1:

Prezado Ronney,

Grato por seu e-mail e por sua pergunta.

O kharma quer dizer destino. Nascemos com ele. E por conseguinte, tudo vem delineado para o nosso futuro. É infalível, quase matemático, contudo pode ser amainado dependendo da nossa vontade, na hora de uma decisão. Quando o Mestre-dos-Mestres disse: “Se alguém lhe bater numa das faces, ofereça a outra face”, não quis dizer: “Sejais covardes! não se defendam!” Ele apenas quis dizer para evitar as reações em contrário, elas podem virar uma bola de neve, um moto continuo sem fim, pelo qual, uma pessoa mata a outra hoje, aquela que foi morta volta e mata seu algoz amanhã e assim por diante, nunca tem fim como não está tendo, veja o panorama do nosso planeta é um mata mata sem fim.

Tive vários chefes de policia de São Paulo aqui em casa, e uma das conversas foi esta: Estando em perseguição a um meliante e nos ameça com uma arma e vai puxar o gatilho, devemos matá-lo ou não? Todos nós temos direito a nos defender, mas há um segundo entre a policia e o bandido, um segundo, onde a policia tem a possibilidade de apenas atirar nas pernas dele, nos braços ou dar tiros não mortais, mas naquele segundo, a policia, por raiva ou vingança, o mata com um tiro certeiro. Com certeza essa ação aparentemente despercebida aos olhos humanos e a lei, vai gerar um kharma para o policial, pois ele podia não ter matado, mas fez de conta que desconhecia e o matou friamente. Ora, isso vai gerar uma culpa indireta, além do que o espírito do ladrão vai cobrar do policial sua vida desperdiçada por um segundo de maldade.

Penso que este exemplo dará para se ter uma ideia. Mas, qualquer coisa volte a perguntar.

Abraços.
DYezzi::.

Resposta 2:

Caro Ronney,

Estou a disposição. É só escrever.

Abraços.
DYezzi::.

Resposta 3:

Prezado(s) e Querido(s) (Osvanil e) Ronney,

Realmente, podemos ter até mais que três tipos de justiça, por exemplo, uma delas, acrescentando às três mencionadas, a justiça entre as gangs de criminosos, a qual não apela para nenhuma das outras três, tem seu próprio código de honra e não teme nenhuma das outras três, mas está sujeita às outras três e, não querendo se sujeitar, age à sua maneira. Porém, o que ocorre com os culpados ou vitimas de todas elas, posteriormente à perda do corpo físico, cada um deles passará isoladamente o que tiver que passar, e ninguém mesmo se apiedará dele. Tudo isso levando-se em conta apenas o tipo de “habitat” terráqueo!

Quanto a origem da Luz, é uma só: O Núcleo Central Cósmico – Deus. Mas, as designações errôneas só se dá aqui na Terra, pois tanto as religiões quanto as filosofias e congêneres, faladas, escritas, hereditárias através da historia ou não, com suas tendências mentais escravizantes, de domínio do ser humano sobre outro ser humano, sempre deturparam o verdadeiro significado dessa palavra pequenina mas grandiosa como o Universo, “Luz”.

O que quer dizer que “em terra de cego quem tem um olho é rei”, “na total escuridão quem tem uma lamparina é Deus”. Trocando em miúdos, tanto Jesus, como Lúcifer ou como qualquer um de nós, tem sua origem no Núcleo Central Cósmico, assim também, o negativo, o positivo e o neutro, o mal e o bem, o mau e o bom. Acontece que, cada uma dessas facções ou ramificações “divinas” se reforçam nos “habitats” ruins e negativos e até a luz não atravessa. Dai os chamados umbrais da Terra, os campos ou universos paralelos negativos, onde se localizam os locais tenebrosos, charcos, vales, pântanos, labirintos em total escuridão, apenas iluminados com luzes artificiais produzidas e controladas pelas mentes negativas dominantes, que seriam os Lúciferes donos do pedaço”, que se tornaram reis milenares daqueles locais, dentro dos quais, se regozijam em poder torturar suas vitimas e algozes, naturalmente, cumprindo as Universais Leis de Ação e Reação. Eu diria que, apesar do jargão popular que diz que o “Sol nasceu para todos”, não nasceu para aqueles que são obrigados a “viver” energeticamente naqueles locais pois, devido suas emanações negativas de dor mental e espiritual, conseguem formar uma espessa névoa, uma nódoa, que não permite a passagem da Luz solar, apesar de que fisicamente os raios solares incidirem sobre todo o planeta. (Eu teria que fazer uma explicação mais detalhada sobre esse fenômeno, mas isto tornaria este texto muito longo). Contudo, tudo isso se desfaz nos “habitats” bons, positivos e a Luz vem mais firme e em vários matizes coloridos.

Portanto, no universo todo prevalece a Lei das afinidades, da ação e reação e, por incrível que possa parecer, o que é Luz para uns é cegueira e escuridão para outros e vice-versa.

Infelizmente, todas as religiões e filosofias, se conhecem os fatos acima, não lhes é dada a facilidade de tecer essas revelações que faço, pois, no meu caso, acho que é chegada a hora “das máscaras e mordaças negras e dos porcos comerem pérolas”, ou morrerão com fome de conhecimento!

Grato a vocês pelas perguntas e ao ensejo de minhas respostas!

Abraços.
DYezzi::.

Anúncios

2 comentários sobre “Olho por Olho, Karma, Deus …

  1. Oi Christina,

    Bem que lhe avisei que você iria estar de posse de um “best seller”, você e os leitores, terão a oportunidade de ler meu terceiro livro, “pequeno por fora, mas, grande por dentro”, o quarto já escrito mas ainda não impresso, e o quinto que estou escrevendo, e ficarão de queixo caído, modéstia à parte!!

    Beijos,
    DYezzi::.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s