Realidades Multidimensionais … Mundos Paralelos

Realidades Multidimensionais ... Mundos Paralelos

Pergunta:

Oi Domingos!

Eu tenho lido sobre realidades (mundos) paralelos e li que somos (todos) seres multidimensionais, podendo assim criar essa e outras realidades simultaneamente. Por exemplo, se eu receber um convite para um encontro com alguém e um lado meu decidir ir, digamos por desejo, mas um outro lado meu decidir não ir, digamos por impossibilidade (suponhamos que eu já tenha outro compromisso), eu crio a realidade onde não vou, para atender o meu outro compromisso, mas o meu desejo de ter ido cria uma outra realidade onde eu fui naquele encontro. Li também que temos o nosso Eu-Superior (aquela parte de nós “desconectada” do nosso ego, a nossa essência espiritual) cuja consciência viaja para passados e futuros, criando assim realidades nesses dois tempos, que na verdade acontece no eterno presente.

Adoraria ouvir seus comentários sobre esse assunto de realidades multidimensionais.

Muito obrigada,
Christina Breault

Resposta:

Prezada Christina,

O Núcleo Central Cósmico, mais comumente chamado de Deus, ao se originar, originou também suas Leis Universais que regem tudo o que ocorre dentro dele! Portanto, aquela frase um tanto popularesca e bem como, um tanto rústica e fanática-religiosa, que diz: “O ser humano foi criado à sua imagem e semelhança”, não deixa de ter seus fundamentos, só que os animais, ou seja, a fauna, a flora, os vegetais e os animais também o foram! Sendo assim, quando se diz: Que Ele está em toda parte, em todos os lugares, está mesmo! Pois Ele abrange todos os quadrantes universais com requintes de Sua perfeição, dando ou transferindo a cada ser vivente e, não devemos esquecer que até as pedras (minerais) também são seres viventes, (veja por exemplo, as pedras que se movem no solo dos desertos do Vale da Morte no U.S.A, e noutros desertos do mundo) e ainda que para cada elemento, brota um ser Elemental que a guisa de uma Webmaster, desenha, administra e dá vida ao seu elemento, como a terra, o mar, a água e o ar e, consequentemente, tudo o que se origina desses elementos. Com a diferença de que O Núcleo Central Cósmico não possui rosto, corpo, braços e pernas e muito menos os “status fisiológicos” como haveria de pensar o ser humano comum da Terra. Isso não ocorre com os seres mais evoluídos de outros planetas, pois, sabem que cada um deles e cada um de nós, está atrelado ao seu “habitat” original, e cada um desses habitats dentro de suas dimensões próprias e particulares e que proporcionará a seus originados, seus “poderes”, suas locomoções astrais, ou viagens astrais e desdobramentos para fora ou para dentro do espaço e do tempo, vivendo o continuo “Eterno Presente”, libertando-o ou não, dependendo de suas constituições psicofísicas ou psicossomáticas, que o deixarão mais ou menos a vontade, mais ou menos leves e flutuantes para caminhar ou voar nas linhas magnéticas, aparentemente invisíveis, que percorrem o Universo em todos os seus quadrantes. Diga-se de passagem, que, as Naves Extraterrestres ou como eles, os ETs, as chamam: Volitores, fazem esse mesmos percursos durante seus vôos, e quando por infelicidade ou casualidade, essas linhas magnéticas sofre interrupções abruptas em consequência da péssima composição vibratória do “habitat” que visitam, como por exemplo o planeta Terra, ocorrem os atritos com as atmosferas e as consequentes explosões e desintegrações dessas naves e suas tripulações. Desta forma, cada ser humano, dentro de seu habitat e dentro de suas limitações de vivência e experiência, pode sim estar em vários locais ao mesmo tempo, pois, sua mente e seu duplo etérico são multidimensionais e elásticos e, mesmo que seu original, que seria o físico e o perispirito presentes, ou seja, onde ele está atuante no momento, não consegue impedir essa dualidade, pois, mesmo eles estando ocupado ou se dedicando aos seus afazeres, completamente opostos de onde ele está sendo chamado, ele seguirá para para lá para atendimento, quase sempre em uma de suas especialidades anteriores, como por exemplo, se ele tenha sido médico várias vezes, místico ou músico ou outras atividades, como político e etc. Seguirá e atenderá com precisão, mesmo que ele não atine ou esteja inconsciente com aquela atividade, pois, as pessoas que o conheceram antes e em suas formas biofisicas ou espirituais anteriores, as quais permaneceram registradas e intáticas nos Registros Akhashikos, sempre poderão ser buscadas e contatadas aleatoriamente ou em linguagem cibernética, “randomicamente”. É o meu caso, por exemplo, que me vejo em outros lugares atendendo a vários pedidos e, no entanto, meus afazeres atuais, não me permitiriam estar neles de corpo presente! Vou dar um exemplo aqui que você, como eximia Webmaster e os que se utilizam dos atuais computadores, vão compreender melhor: “Quando recebemos um e-mail e queremos repassá-lo, poderemos fazê-lo repassando-o para milhares de contatos, que receberão suas copias “ipsis litereis” com os mínimos detalhes, mas no entanto, o original permanece conosco em nosso computador e intático e pronto para “viajar” se desdobrando para outros locais e paragens, independentemente, do original querer ou não, estar disposto o não!”

Será que me fiz entender? Caso contrário, por favor volte a perguntar ou a acrescentar algo mais! OK? Devo acrescentar que quanto mais antigo for o ser humano, quanto mais experiência e vivencia e se por ventura ele for um ser originário de outro planeta, mais “gigabytes” ele terá e mais procurado ele será!

Abraços,
DYezzi::.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s