Adão e Eva Existiram Mesmo?

Adão e Eva Existiram Mesmo?

Pergunta:

Olá Domingos,

Sempre pensei que se nunca tivesse existido Adão e Eva, poderiam eles ter vindo dos ETs, de um ET qualquer? Mas se eles so nos deram conhecimento, então ainda fica a pergunta da evolução. Já vi muitas escritas Astecas e dos próprios Sumérios que mostram o quanto eles nos ensinaram … deveria ter continuado assim.

Imensamente grata,
Ju

Resposta:

Prezada Ju,

Adão e Eva são figuras decorativas da Bíblia, claro que nunca existiram, mas, você deve entendê-los com uma espécie de explicação mosaica para a origem do ser humano, se bem que, ela não explica como os filhos deles, Abel e Caim, originaram outras pessoas, sem mulheres. 🙂

O ser humano se originou há milhões de anos, vindo do mar, como um batráquio que ia e vinha para a terra e após milhares de anos, conseguiu se procriar entre si e após outros milhares de anos se transformaram no famoso homo sapiens e após, nos demais seres que vieram se modernizando e ficando eretos, ou seja o homo erectus, e após outros milhares de anos, receberam a visita de seres de outros planetas que vieram até ele e, como eu digo, aplicaram-lhe as injeções morfológicas, do conhecimento, do interesse pelas invenções para melhorarem suas vidas, e até fizeram cruzamento com as fêmeas deles e bem como, trazendo suas fêmeas para cruzarem com os machos aqui existentes, e assim, se dava verdadeiramente o começo ou Gênesis (leia o meu livreto “De Onde Viemos, O Que Somos E Para Onde Vamos?“) da humanidade terrestre, a qual, durante os milhares de anos que se seguiram, vieram recebendo as visitas de outras raças do Universo, entre elas, as que você mencionou, que trouxeram seus conhecimentos em todos os ângulos da vida, até da magia, do ocultismo, do satanismo, da feitiçaria, da engenharia, da mecânica, enfim, da ciência generalizada. Se você for verificar os relatos dos Vedas, povo que existiu há mais de 10 mil anos antes dos hindus, verá que, aquele povo já possuía uma espécie de disco voador, ao qual ele denominavam de Vimanas. Foram encontrados do Egito Antigo desenhos de naves e até grandes bateria de energia elétrica, bem como outros apetrechos nos vestígios da Atlântida submersa! Os povos modernos, pensam que sabem tudo, mas, há muita coisa que vieram trazendo em seus DNAs físico e espiritual.

Você diz, mas, por que não continuaram com o que tinham aprendido? Não continuaram, por que o orgulho, a empáfia, a inveja, a maldade e a procura do domínio sobre seu semelhante, tomaram conta da mentalidade humana e hoje é o que temos como resultado, a crescente maldade, as guerras, enquanto a ciência, a medicina, que poderiam estar muito mais adiantadas, regrediram, dando espaço a cobiça e a todas as mazelas de hoje em dia!

Se suas dúvidas aumentaram, volte a escrever.

Abraços,
DYezzi::.

Anúncios

Separação ''Joio'' do ''Trigo''

Separação ''Joio'' do ''Trigo''

Pergunta:

Boa noite, Domingos, tudo bem?

Venho aqui lhe fazer uma pergunta referente a explosão cósmica que se aproxima. Com o Siderius e Nibiru tornando-se um segundo Sol, haverá uma grande explosão e separação de níveis de consciência, de pessoas más e boas?

Em que dimensão está Marte e Vênus?

As crianças Cristais e índigos serão automaticamente levadas a esferas e planetas mais evoluídos, como o chamado arrebatamento?

Grato pela sua atenção.
Zack M.

Resposta:

Prezado Zack,

Não haverá explosão! Sidérius que está se aproximando, ao entrar em nosso sistema solar terá suas camadas superiores ativadas, assim como ocorre com o nosso Sol. Virá “aceso”, razão pela qual, durante um período aproximado de três anos, que é o tempo, mais ou menos, que ele levará para atravessar e modificar nosso Sistema e dividi-lo em dois Sistemas, (veja a divisão em meu primeiro livro), dai ele estar sendo chamado de Segundo Sol, consequentemente, como ele vem em órbita contrária ao nosso Sol, ele emitirá um calor triplicado sobre todos os planetas e seus habitantes. Desta forma, a Terra que já está com suas camadas atmosféricas e camada de ozônio enfraquecidas, receberá toda a radiação em doses fortíssimas de ambos os Sóis e isso, provocará a extinção de todo ou quase todo o tipo de vida dentro do planeta Terra. Durante a sua passagem, ele afastará o Sol de sua atual órbita e com ele alguns planetas que estarão ligados a ele, e Júpiter com outros planetas que estarão ligados a ele. Nascerão então os dois novos sistemas solares, os quais se afastarão um do outro por bilhões de quilômetros no espaço cósmico-sideral, dentro de Nossa Galáxia a Via Láctea. Durante esse tempo de sua passagem e das transformações generalizadas em nosso Sistema, como o eixo da Terra se verticalizará, mudando sua posição no espaço, vai parecer aos seus habitantes que as estrelas estão descendo do Céu, (como uma figueira quando perde seus frutos abalada por vento forte, conforme narra João Evangelista em capítulos do Apocalipse. E durante esse tempo de modificações, enquanto cada planeta não se agrupar a seus novos Sóis, O Sol e o planeta Júpiter, haverá escuridão total e ao mesmo tempo um terrível frio, que, juntamente com o enorme calor anterior, se incumbirá de eliminar todo o tipo de vida sobre a Terra!

Tudo isso já vem sendo previsto por vários espíritos de escol, videntes e clarividentes, antigas civilizações como os Atlantes, os Lemurianos, os Sumérios, Egípcios, os Maias, os Incas, os Gregos e muitos outros, inclusive os Judeus, pois João Evangelista era judeu, Nostradamus que era francês e muitos outros, só que ninguém os ouviu e muito menos deram valor aos seus vaticínios, infelizmente! No entanto, agora, nunca se viu tanta gente interessada neles! Quem sabe ainda dará tempo a uma rápida renovação de atos, de ideias e de objetivos, antes da chegada de Sidérius, que não vai demorar muito tempo.

Vênus e Marte, bem como, Mercúrio, Saturno, Ága, Oswen, Urano e Netuno, já se encontram com suas humanidades em alto grau vibratório e não entrarão em choque com a aura negativa de Sidérius, eles seguirão para suas novas fases, incólumes!

Não só as crianças Índigos, mas também os seres humanos e outras crianças comuns, também serão abduzidas para dentro da naves gigantes que já estão sendo avistadas adentrando o nosso Sol e estacionadas nas periferias do nosso Sistema Solar!

Abraços,
DYezzi::.

Como Sidérius Nos Afetará na Terra?

Como Sidérius Nos Afetará na Terra?

Pergunta:

Olá Sr. Domingos!!!

De acordo com um de seus posts você diz que um planeta chamado Sidérius vai chegar pelo sistema solar e fazer o maior caos com ele (desculpa pelos termos, só estou tentando entender).

Mesmo que ele se choque com o Sol em 2018, que peso isso vai ter em nossas almas terrenas?.

Eu que gosto de calcular o tempo e disponho do conhecimento dos horóscopos, quero saber como isso vai interferir na “medição de almas”, você poderia me explicar?

Muito obrigado,
Uerê

Resposta:

Prezado Uerê,

Sidérius é um planeta gigantesco que está se dirigindo para dentro do nosso Sistema Solar. Ele tem outros nomes como, Nibiru para o povo Maia, Absinto na Bíblia (Apocalipse), e outros nomes como, planeta chupão, planeta higienizador e etc. Ele é tão grande que caberia entre o Sol e o planeta Mercúrio que dista 60 milhões de km. do Sol. Mas, eu nunca disse que ele iria se chocar com o Sol! De onde você tirou essa ideia? Ao contrário, apesar da órbita dele é em sentido contrário a órbita do Sol, ele entrará em órbita obliqua e perpendicular em nosso Sistema, lá pelas proximidades entre o planeta Marte e o planeta Júpiter e agirá como uma gigantesca bola de bilhar espalhando os demais planetas para novas orbitas, dividindo o nosso sistema solar em dois novos sistemas solares, que estarão afastados um do outro por bilhões de quilómetros de distância entre si. Desta forma, esta será a última vez que ele passará pelo nosso Sistema Solar, pois este, após as mudanças, não estará mais no caminho de Sidérius. Cuja órbita milenar é de mais ou menos cada 8 mil anos, tendo sido ele o causador do tão falado dilúvio, da submersão dos continentes da Lemúria e da Atlântida, numa de suas milhares de passagens durante os milênios passados. Portanto, nesta sua última passagem, ele causará grandes alterações geofísicas em nosso planeta, fazendo o eixo da Terra que, atualmente está inclinado em 24 graus de verticalização com as consequentes provocações de inundações de continentes inteiros, maremotos, tsunamis, terremotos e muitas outras alterações, eliminado muita fauna e flora e principalmente muitos seres humanos. Não sou eu quem diz isso, que já vem sendo previsto há milênios por muitas civilizações já extintas, muitos videntes e avatáres, que já deixaram registradas na Terra suas clarividências e suas visões e opiniões que foram motivos de descredito e zombarias, infelizmente! Tudo isso e muito mais, você encontrará nos meus livros, com minúcias e com os desenhos. Tenho um amigo Et, chamado Dornete, que vem acompanhando Sidérius desde quando ele passou pelo sistema solar dele, na década de 1970, com sua nave gigantesca de 400 metros de comprimento por cem metros de altura, com 20 tripulantes e com 20 naves mirins, cada uma para cada tripulante, que saem livremente para fora da nave mãe em busca de informações sobre os estragos que Sidérius vem fazendo por onde ele já passou e vem passando e através de uma aparelhagem sofisticada ele emite uma espécie de eletro cardiograma cósmico sideral que mensura as dificuldades e as facilidades que aquele planeta encontra em sua rota. Comparativamente ao nosso aparelhamento, linhas onduladas, significam que Sidérius está encontrando resistências e uma linha reta, ele não encontra dificuldades, passando sem causar qualquer dano ou alteração, significando, neste caso, que os planetas dos sistemas solar por onde ele passa, são evoluídos! Aqui na Terra, ele já vem interagindo no metabolismo humano, provocando distúrbios emocionais e endócrinos e na atmosfera do planeta, desde a década de 1950, conforme informou o grande Ramatís, e ele foi detectado, conforme eu informei numa entrevista para uma TV de São Paulo, desde o ano de 2005 e a NASA já o fotografou e o vem acompanhando desde então. Penso que já foi o suficiente para você entender! Por favor, divulgue, pois muitas outras pessoas querem saber destas informações e vão necessitar delas.

Abraços.
DYezzi::.

Faz Lógica a Teoria do Big-Bang?

Faz Lógica a Teoria do Big-Bang?

Pergunta:

Oi Domingos,

Faz lógica na existência desse Big Bang, já que ele explodiu algo que ja havia antes?

Obrigado,
Olavo C.

Resposta:

Prezado Olavo,

O Big Bang nunca existiu pois o Núcleo Central Cósmico, gerador de tudo o que existe dentro do universo visível e dos universos paralelos, invisíveis, partiu do microcosmo para o macrocosmo para criar tudo, e sendo assim, caem por terra todas as teorias baseadas no Big Bang.

O Criador não era e nunca foi um padeiro, ou seja fazer uma grande massa para depois explodi-la. Ele1 me parece ser mais inteligente do que os nossos “sábios” cientistas, criados por Ele1, pensam, preferiu criar tudo a partir do microcosmo, ou seja, do átomo e continua nos dando demonstração disso, a partir do Universo do nosso corpo físico. Leia mais detalhes nos meus livros!

Abraços.
DYezzi::.

1 Aqui, onde a assexualidade de Deus e a sua onipresença e onisciência está em toda parte, fazemos referências à Deus como “Ele”, masculino, somente para acomodações linguísticas.

Temos Cérebro Reptiliano?

Temos Cérebro Reptiliano?

Pergunta:

Oi Domingos,

Existe tal coisa como um cérebro reptiliano? Há pessoas que crêem nessa raça de Reptilianos e dizem que temos um cérebro como eles, que formos alterados. Eu não creio nisso, e você? Veja o que diz essa pessoa neste video: https://www.youtube.com/watch?v=rtt3ZxmfAcw

Muito obrigada!
Christina Breault

Resposta:

Oi Christina,

Se formos levar em conta o tipo de raciocínio e de ações de alguns grupos terráqueos, que se dizem serem seres humanos, como por exemplo, aqueles que “aprontaram recentemente na França”, com certeza, teriam cérebro de reptilianos, pois são sanguinários, vingativos e desprovidos de qualquer senso de sentimento e de humanidade, e a morte para eles nada significa, pois, acham que morrendo matando muitos “infiéis”, aqueles que não participam de seus pensamentos retrógrados, com certeza devem ter cérebros reptilianos! Isto julgando apenas pela aparência do que seriam os répteis se tivessem formas humanoides, mas, nunca vi nenhum em toda esta minha vida em contato com os Extraterrestres, entretanto, eles me dizem o seguinte: “Vocês na Terra têm grandes mares e oceanos, profundos e tão grandes à guisa do Espaço Cósmico-Sideral, no qual, há uma variedade de espécies marinhas, vivas (fauna e flora), com comportamentos dispares entre si e variando de acordo com a profundidade onde “residem”, ou seja, conforme a localização de seus “habitats”, quando o de baixo sobe para comer o de cima e o de cima desce para comer o debaixo, e, só não permanecem ali pela dificuldade natural de oxigenação! São obrigados a viverem onde nasceram, mesmo quando a fome abate sobre eles, o que quer dizer que, as Leis naturais e Divinas se fazem presentes sempre, em todas as situações e regiões do Universo, dando a cada ser a liberdade de vida dentro de seus respectivos habitats! São Leis rígidas e que devem ser obedecidas sem qualquer conotação religiosa, pois como já expliquei inúmeras vezes, no Universo não há religiões ou religiosismos, o tal mal necessário criado pelo terráqueo e por alguns outros seres em outros planetas do Universo, desta forma, mesmo que mal comparando, o espaço Cósmico-Siedral é similar aos oceanos e mares da Terra, também há seres de todos os tipos e conformações biofisicas e ainda com ações pouco recomendáveis dentro dos princípios harmônicos humanos e mesmo até humanoides, apesar de todos, todos mesmo, sem exceção, serem regidos pela mesma Lei Cósmica Universal de Ação e Reação que fatalmente colherá o transgressor no futuro, quando ele menos esperar, seja ele evoluído mental, espiritual ou tecnicamente, isso quando não ocorrer no mesmo momento da transgressão. Assim surgem também os chamados “Patricinhos e Patricinhas” ou “play boys do espaço sideral”! Vejam, os grandes acidentes ocorridos dentro do espaço terrestre com naves alienígenas, cuja tripulação era e é tida como possuidora da mais alta técnica de construção e de domínio de vôo intergalático, vindo a provar que ninguém escapa aos rigores da Lei, seja ele quem for!” Portanto, apesar de eu nunca ter visto ou ter estado em contato com um ser reptiliano na terceira dimensão de nosso planeta Terra, e acredito que esses que os mencionam também só ouviram dizer deles, nunca o viram ou conversaram com eles, pois já pedi para eles provarem a existência do que eles insinuam, mas, não obtive resposta, ficam só nas conjecturas, nas ilações fantasiosas, nada mais que isso. Não acredito que a raça humana tenha se originado de cérebros reptilianos, mas, acredito que possam ter havido no decorrer dos milhões de anos e anos que formam as humanidades e as gerações terráqueas, alguma injeção morfológica de seres alienígenas que alteraram o DNA Físico e o DNA Espiritual do ser terráqueo causando transformações e deixando heranças genéticas bárbaras com consequências funestas para alguns grupos raciais!

O assunto vai longe e, eu poderia escrever mais um livro só sobre ele, mas, para não cansar os leitores e nem a você, vou parar por aqui, desejando que você publique cada vírgula, se puder, com a respectiva tradução no nosso lindíssimo site.

Abraços.
DYezzi::.

É Verdade Que Sangue Rh Negativo Não Tem Genealogia na Terra?

É Verdade Que Sangue Rh Negativo Não Tem Genealogia na Terra

Pergunta:

Oi Domingos!

Uma pessoa, no meu canal sobre Lei da Atração, me perguntou se eu sabia que as pessoas com sangue Rh negativo não têm genealogia na terra. Isso é verdade? O que você poderia compartilhar sobre isso? A pessoa disse o seguinte:

“Os cientistas pesquisam o sangue Rh negativo há anos e querem entender porque a mulher com sangue Rh-, quando engravida, destroi o feto se for Rh positivo. Ela produz anticorpos porque seu corpo entende o feto como invasor. Porque destruir sua própria prole?”

Muito obrigada!
Christina Breault

Resposta:

Querida Christina,

Os vários tipos de RH sanguíneos são frutos de vários cruzamentos físicos do passado, ou seja, resultados de muita miscigenação que se alojaram na cadeia do DNA Físico e do DNA Espiritual, o que vale dizer que, essas alterações cromossomáticas, e até psicossomáticas, são trazidas para o presente através desses dois tipos de DNAs, incluindo-se também as genéticas deixadas entre nós por seres alienígenas que, queiramos ou não, originaram alterações sobre alguns fatores de RH principalmente os RH negativos, o que obrigou a alguns organismos seus portadores, principalmente os femininos que são por assim dizer as matrizes para novas gerações, a se constituírem uma espécie de anticorpos e não aceitarem facilmente novos cruzamentos. Agem como se fossem elementos alérgicos a novas intromissões orgânicas! Contudo, não são todas as mulheres no mundo que passam por esse dilema, pois, a favor de algumas, daquelas que conseguem ser fertilizadas, têm a ajuda no seu DNA do Espírito, o qual no momento do nascimento ou da pré-fertilização interferem a favor daquelas que possivelmente não conseguiriam procriar!

O assunto é complexo e, a meu ver, enquanto a medicina só se dedicar ao estudo e pesquisa das células e moléculas físicas e não adentrar ao estudo do Perispirito cientificamente , isenta de qualquer religiosismo ou fanatismo, seu progresso continuará lento, pois, como eu digo: Apesar dos religiosos ainda não aceitarem, eu afirmo que: “O Espírito e seu correspondente mais facilmente visível e detectável (nestes casos, os comumente chamados fantasmas), são MATÉRIA, quintessencial, invisível (como é a energia elétrica ou as ondas hertezianas ou ainda, as magnéticas que podem ser mensuradas, apesar de não serem vistas, o espírito e o espírito também são e, já existem aparelhos sofisticados que os conseguem detectar e mensurar, portanto, são Matéria! E se são matéria, trazem dentro de si, sua especifica cadeia genética que, certamente, influenciarão nos próximos nascimentos e em seus respectivos RH negativo ou positivo. Justamente por isso, vemos seus resultados de drenagem de suas mórbidas toxinas que são drenadas para o “lado de cá” em forma de doenças várias e quase que incuráveis, tais como o Câncer de vários tipos e formas, o HIV, o Ebola, o Linfático e os vários tipos de loucuras e até os estados de depressão variados, consequências dos acúmulos de toxinas no campo energético, que não desaparecem com a morte física!

Tem ai, minha querida amiga Christina, umas pinceladas sobre esse problema que, infelizmente, a medicina comum, ou a ciência, não está sabendo conduzir suas pesquisas!

Espero ter respondido, mas, se faltar algo, não hesite em perguntar!

Abraços.
DYezzi::.

[box size=”large”]Esta postagem foi mais expandida: As Origens e Características Sangüíneas[/box]

O astro Sidérius é um planeta morto, sem atmosfera?

Planeta Sidérius

Pergunta:

Sr. Domingos Yezzi, tudo bem?

O astro Sidérius que se aproxima do nosso sistema solar é um planeta morto, sem atmosfera? Pode me informar de onde vem, o que houve com ele no passado? O Sidérius não está aqui por um acaso, ou seja, foi a humanidade do planeta Terra que o atraiu com o padrão vibratório inferior? Neste caso, as humanidades dos demais planetas vizinhos também serão afetadas sem “culpa” nenhuma? O Sidérius só vai passar entre os planetas sem colisão e depois vai continuar seguindo para rumo desconhecido? Se nós mudarmos a vibração poderíamos evitar a aproximação, teoricamente? Desculpe, embora simples intelectualmente, mas, muito detalhista, tudo isso me despertou muitas perguntas.

Agradeço pela atenção.
Hissachi

Resposta:

Prezado Hissachi,

Devo dizer que todas essas informações você as encontrará no meu site e mais ainda nos meus livros, os quais você obterá em PDF através do site, basta fazer o pedido e pagar pelo PayPal, mas, eu não poderia deixar de responder a você, um leitor tão interessado e que poderá divulgar a seus contatos.

Sidérius não é um astro morto, é Astro Gigantesco com mais ou menos 40 milhões de kms de diâmetro, portanto, bem maior que o Sol que tem aproximadamente 1 milhão e 300 mil kms de diâmetro. Ele possui uma atmosfera deletéria, com gazes venenosos, ainda não apropriada ao tipo de vida igual ao da Terra, mas, servirá para atrair os espíritos recrudescentes, malignos, da Terra e de outros planetas por onde ele já passou e passará após passar por Nosso Sistema Solar. Ele é tão pesado magneticamente que atrairá àqueles espíritos. Após desencarnarem em seus planetas, os carregará “colados” em seu astral e os despejará sobre planetas com afinidades negativas com aqueles espíritos. O que vale dizer que cada um receberá e viverá conforme suas obras e sua vibrações intrínsecas. Pelo que sou informado e pelo que me é mostrado por Dornete e sua equipe que o vem acompanhando desde 11º sistema solar mais próximo do nosso, dentro de nossa galáxia, todos os seres que tentaram escapar as ações de Sidérius, mesmo tendo naves avançadas, foram atraídos e seguem presos com suas naves, na “cabeleira” magnética de Sidérius e dela, só sairão, quando forem despejados em outros planetas mais atrasados e carentes de uma nova civilização. Portanto, se a civilização ou seres tiverem afinidades com o tônus vibratório de Sidérius, não escaparão de terem que recomeçar tudo novamente desde a estaca zero.

Agora, para melhor compreensão sobre a formação e origem do Gigante Sídérius, vou levar você, e os demais leitores a uma viagem mental racional, através do Espaço Cósmico e Sideral, lá junto aos Engenheiros Siderais, responsáveis pela habitabilidade dos mundos e pela criação desses mundos.

Há milhares de anos passados, tais Entidades, que tudo prevêem e conhecem dentro do Universo, fizeram deslocar-se de sua órbita dentro da Galáxia, uma órbita gigantesca que circunda milhares de sistemas solares, girando em sentido contrário desses planetas. Ou seja, enquanto a Terra e nosso Sistema Solar giram da direita para a esquerda no sentido dos ponteiros de um relógio, Sidérius gira da esquerda para a direita, o que provocarão uma total remodelação de todos os sistemas e planetas por onde ele teria que passar, já passou e ainda passará.

Por quê isso. justamente, contrariando o pensamento retrógrado da Ciência terrestre e de milhares de seres humanos, de que vida só há na Terra, ao contrário, vida há em todos os planetas de todos os sistemas solares e e galáxias em todos quadrantes do Universo. Entretanto, mesmo aqueles seres, ou humanidades, que atingiram um patamar de progresso técnico, mental, cerebral e espiritual inconcebíveis para o ser comum, eles se acomodam em seus estágios grandemente evoluídos e não se lançam a busca de novos e incríveis conhecimentos á sua disposição no Universo, e permanecem em seus planetas cultuando seu próprio progresso, sem descerem para auxiliarem civilizações mais atrasadas, como as da Terra, por exemplo, pois todas as vezes que aqui tentaram foram repelidos ou causaram danos irreparáveis, o que, dentro da Lei Universal, significa culpabilidade e resgate kármico pela ação e reação inerente a vida nos mundos. Desta forma, Sidérius, já alterou nosso sistema solar por várias ocasiões, uma delas quando, na Terra, ocasião há mais ou menos onze ou doze mil anos atrás, o famigerado Dilúvio, que submergiu vários continentes na Terra e, enquanto trazia para dentro do nosso sistema solar, novos planetas e satélites naturais, com suas respectivas civilizações. Razão pela qual, ele também é chamado de planeta higienizador, chupão e na Bíblia, de Absinto. Portanto, com a passagem de Sidérius, tudo será movimentado dentro do sistema solar, e só serão afetados, planetas que tiverem sintonia com as emanações vibratórias dele, aqueles que não tiveram, serão afastados de sua órbita atual com suas próprias atmosferas e respectivas civilizações intactas.

Quero dizer que o planeta que sofrerá mais com a presença de Sidérius será a Terra, e penso, que não será necessário eu explicar a causa ou os porquês. E neste caso, não dará mais tempo para se evitar as hecatombes previstas, pois elas foram anunciadas milenarmente por avatares, pela Bíblia, por videntes e clarividentes, mas ninguém deu ouvido, preferiram ouvir a Ciência cega e insensível e se dedicarem a belicosidade, a maldade, a negatividade e outros sentimentos vis!

O que poderá ser feito, é uma tentativa rápida de mudança de costumes e aumento das vibrações mentais e espirituais de cada ser humano, sem fanatismo ou religiosismo barato, para ou durante os próximos 10 ou 15 anos anos, tempo esse, que meus amigos calculam que Sidérius será mais sentido.

Ele entrará em sentido contrário ao Sol, ou seja, enquanto o Sol se põe, ele, imediatamente, surgirá no poente, para na manhã seguinte aparecer no Zênite (no Céu), como o segundo Sol e durante alguns meses os dois sois nos queimarão inapelavelmente, até que ele se afaste, dividindo nosso sistema solar em dois, tendo o Sol atual como líder de um novo sistema e Júpiter como líder do outro, levando consigo alguns dos atuais planetas. Vejam as páginas e capítulos específicos nos meus dois livros, agora também em PDF pelo meu site.

Sidérius entrará em nosso sistema solar pela proximidades do planeta Júpiter em órbita perpendicular as orbitas dos planetas.

Abraços.
DYezzi::.

De Onde Viemos, O Que Somos e Para Onde Vamos?

 

De Onde Viemos, O Que Somos e Para Onde Vamos?

O livreto “De Onde Viemos, O Que Somos e Para Onde Vamos, com Mensagem de Beethoven, assinada no ato” está agora disponível para ser comprado e baixado por este website.

Este livreto contem textos extraídos do primeiro livro do autor, “O Que Os Extraterrestres Pensam e Esperam de Nós?!“. Esta é uma versão concisa, em formato PDF, baixável por este website.

Neste livreto o leitor terá respostas a algumas perguntas feitas, desde há muito tempo, até agora não respondidas satisfatoriamente por outros pesquisadores, além de revelações inéditas sobre os seres extraterrestres, sobre fenômenos inusitados e curiosidades intercaladas com algumas pitadas de humor.

Outros livros do autor também podem ser comprados pelos seguintes links:

Os Seres Extraterrestres – Processo de Clonagem do Ser Humano

Tanto se tem falado, ultimamente, desse processo científico da clonagem, ou simplesmente “clone” ou em inglês “cloning”, que consiste na extração de uma célula de um ser humano e com ela fazer uma cópia idêntica desse ser humano ou duplicações ou quantas cópias forem necessárias, tentando-se assim uma reprodução artificial sem o uso da procriação natural sexuada, o que daria a possibilidade de um total controle da formação de novas raças humanas através da Engenharia Genética que teria total domínio sobre qual biótipo humano deveria nascer ou não nascer de acordo com as necessidades do momento, o que traria um avanço muito grande no domínio da genética colocando os seres humanos futuros a mercê daqueles que teriam o domínio do poder sobre a face da Terra. Podendo-se supor a programação de comunidades inteiras de Médicos, de Lavradores, de Cientistas, de Professores, de Músicos, de Serviçais (estes sempre em maior número, é claro), quem sabe até de políticos bons, de corruptos, de assassinos, de soldados, de mulheres, enfim, de todos os tipos que o Comando Geral programasse.

Justamente, esse tipo de pensamento é que está apavorando as autoridades eclesiásticas, as demais autoridades em geral do momento, e a massa da população mundial. Há muito mais opiniões contra do que a favor do sistema de clonagem. O apavoramento é geral, com receio de poder-se perder o controle do domínio da genética e a abolição do ato sexual, natural da procriação, dado ao ser humano pela Natureza ou Deus.

Qual seria a minha opinião e a dos seres extraterrestres com os quais mantenho contato a respeito desse assunto agora em moda? O que há de perigo e de benefício no sistema de clonagem? Antes de mais nada devo dizer que o que se fez até agora não se trata de clonagem pura e simples, a qual seria retirar-se uma célula de um doador humano e num laboratório duplicar-se por meios artificiais formando-se quantas cópias se quisesse de um outro ser humano sem o contato ou o concurso do homem ou da mulher. A isto eu chamaria de processo de clonagem pura. Enquanto o que se está fazendo é uma cópia que tem que ser gerada dentro de um útero materno. Então a isto eu chamo de processo de semi-clonagem.

Para os religiosos em geral qualquer um dos processos seria uma blasfêmia, uma heresia, uma obra do demônio. Porém, especificamente para os espíritas seria uma quebra das normas tradicionais e bíblicas do processo de procriação ditados pelos preceitos divinos.

Para mim, espiritualista e universalista pluralista, seria a coisa mais normal do mundo e posso transmitir aqui o que os extraterrestres pensam. Eles dizem-me que em qualquer um dos processos deverá haver o concurso e a vênia dos Engenheiros Recarnacionistas. Não há nascimento sem que haja uma entidade espiritual reencarnante, pensante, que por necessidade de nascimento ou não, deve concordar em ter que reencarnar e poder escolher o seu “meridiano genético” que mais se coadune com o seu conteúdo perispiritual para que ela, a entidade, não sofra solução de continuidade, pois o novo corpo deve “caber” ou comportar o conteúdo que o espírito reencarnente carrega sobre ou dentro de sua psique, caso contrário teríamos um benemérito pastor ou super-benemérito cientista nascerem num meridiano genético de um criminoso, de um crápula qualquer e assim por diante, bem como poderia se dar o contrário, ou seja, um criminoso nascer no meridiano genético de um cientista, vindo a causar distúrbios genéticos e condutas futuras degenerativas sem conta, nas gerações subsequentes.

O exemplo que eu dei anteriormente, comparado com a música, acho que a ciência deveria pensar sobre ele e levá-lo em conta, ou seja: Eu considero o gene como um instrumento musical, mesmo sendo eu um violinista, vou dar como exemplo um piano: Se um piano bem afinado que seria um gene bem selecionado, sem qualquer falha em seus gametas, etc., fosse dado a um pianista de alta categoria, um exímio concertista (espírito reencarnante), com certeza esta saberia aproveitar suas qualidades técnicas de fabricação aliadas a sua técnica de execução e interpretação, e nós (a humanidade) teríamos um espetáculo maravilhoso, uma perfeita execução; porém, nas mãos desse mesmo artista fosse dado um gene (piano) desafinado, nem que ele quisesse sairia uma execução perfeita.

Se, ao contrário, fosse dado um piano desafinado (um gene defeituoso) nas mãos de um artista medíocre, teríamos então uma aberração de execução pois, além de ser medíocre, este artista poderia ser um criminoso em potencial, ou viciado, ou um espírito totalmente intoxicado, que traria para seu novo corpo todo o tipo de mazelas, criando assim uma gama enorme de aberrações contra si próprio e contra a humanidade, e isto já vem ocorrendo mesmo nas gerações não clonadas, ou seja, nas reproduções normais via-sexual. Aberração ainda maior poderia ocorrer se fosse dado um piano afinado (um gene perfeito) nas mãos de um artista medíocre, um assassino em potencial; a execução seria péssima, terrível, mas poderia haver um sensor intelectual por trás dela, um sensor maligno, corrupto, que a teria à sua disposição um instrumento ou instrumental são, perfeito, uma arma à sua mercê para a prática das maiores aberrações contra si próprio e contra a humanidade, até o fim da sua execução, até o fim do espetáculo e a ciência e os espectadores só perceberiam após o “espetáculo” já terminado.

Portanto, do meu ponto de vista e do ponto de vista dos extraterrestres que evitam o processo de clonagem apesar de serem exímios engenheiros genéticos, dominarem esse campo ao ponto de chegarem a interferir no gene, modificando quando necessitam, a estética, o tamanho, as compleições físicas do ser humano que desejam reproduzir, modificando o biótipo humano entre eles, achamos isto muito natural e bem normal, desde que sejam obedecidas as regras psicossomáticas entre o espírito reencarnante e o nosso físico a ser dado para nascer.

Isto significa que a medicina ou a ciência, para poder realizar uma clonagem perfeita, necessita urgentemente de não ser tão cética e tão materialista e ir em busca dos conhecimentos transcendentais, espirituais, a fim de que possa haver uma perfeita sincronização entre seus cientistas e praticantes e os Engenheiros Reencarnacionistas Espirituais, pois se isto não houver, também não haverá um perfeito sistema de clonagem que resulta do máximo de entrosamento entre eles. Não haverá clonagem humana perfeita sem que haja o concurso do Espírito.

Sem a presença do Espírito não haverá nascimentos, reencarnes e tão pouco, clonagem. Contudo, chamo a atenção dos especialistas que existem no astral, quantidades gigantescas de entidades (espíritos) necessitados de um imediato reencarne mas não o conseguem devido as formalidades sociais, as crises, a miséria e a pré-disposição dos seres viventes em não se sujeitarem mais a ter filhos naturais. Na China, por exemplo, há leis severas e punitivas para quem tiver mais de um filho, e se esse filho for mulher, será morto logo ao nascer. É um fato terrível que já faz parte da atual civilização do fim do milênio e do ciclo planetário. Com certeza, as autoridades chinesas adotariam ou adotarão o processo de clonagem na primeira oportunidade.

Portanto, na Terra, que possui seu Karma, ou lei de causa e efeito muito pesada, muito carregada de mando e desmandos, e muito intoxicada; o sistema de clonagem humana pode ser uma “faca de dois gumes” que poderá beneficiar ou arrasar a raça humana com mais outras aberrações somadas às milhões existentes.

À guisa de informação, eu acrescento que muitos extraterrestres que tem problemas na continuidade de suas raças e buscam um maior equilíbrio genético entre eles, ao invés de fazerem a clonagem, visitam muitas vezes outros planetas com humanidade diferente da humanidade deles, como por exemplo a Terra, e, ao invés de colher a célula do ser vivente que eles querem reproduzir, preferem fazer uso da cópula natural entre suas mulheres e homens da Terra e assim poderem colher o sêmen completo, para depois, em seus planetas, fazerem as interferências através de sua Engenharia Genética, extraindo as partículas desnecessárias para eles, como por exemplo, os intestinos e outros órgãos que para o biótipo existente entre eles seriam prejudiciais. Portanto, a meu ver e no deles, haveria métodos mais eficazes e precisos para um reencarne perfeito, melhores que uma simples clonagem humana.

Quanto a clonagem de animais é até recomendável, dependendo da espécie, pois eles possuem o chamado espírito-grupal e sua reprodução é aceita normalmente porque viria a contribuir para a diminuição da fome na Terra, haja vista as gigantescas fazendas de criação de gado e de outros animais de corte, que são dizimados aos milhões por dia no mundo todo e transformados em bifes, salsichas, salames, e outros congêneres, para a deglutição humana e nem por isso deixam esses infelizes animais de renascerem para voltarem a ser mortos e digeridos pela humanidade.

Nestes casos, os Engenheiros Reencarnacionistas não interferem, pois a multiplicação das espécies na fauna, flora terrestre, na fauna e na flora aquática deve ocorrer naturalmente, se possível, e isto aconteceria se o homem não estivesse liquidando, exterminando o eco- sistema, seu próprio “habitat”; e, se para dar continuidade a esta multiplicação, se faz necessário o novo processo de clonagem, então eles preferem deixar para que o próprio homem solucione o problema que ele mesmo criou para ele e para a humanidade em geral.

Portanto, o processo de clonagem atualmente sendo muito comentado, na minha opinião e não opinião dos extraterrestres mais evoluídos que nós, deve ser visto e prosseguido com cautela e sempre tendo em vista o aperfeiçoamento da espécie humana ligada inseparavelmente ao espírito e para isso, volto a frisar, a ciência tem que se espiritualizar e procurar os meios de intercâmbio entre os dois campos, o material e o espiritual para não incorrer em um erro e desperdício de material humano e que, ao invés de reprodução humana aperfeiçoada, se transformará numa fábrica artificial “de fibromas uterinos” ou corpúsculos sem alma.

Para finalizar, todos somos unânimes em afirmar que todo o passo dado pela Ciência em avanço para o progresso da humanidade é sempre bem visto e conta com a aprovação Universal.

S. Paulo, 19/03/97 às 14.32 horas