Realidades Multidimensionais … Mundos Paralelos

Realidades Multidimensionais ... Mundos Paralelos

Pergunta:

Oi Domingos!

Eu tenho lido sobre realidades (mundos) paralelos e li que somos (todos) seres multidimensionais, podendo assim criar essa e outras realidades simultaneamente. Por exemplo, se eu receber um convite para um encontro com alguém e um lado meu decidir ir, digamos por desejo, mas um outro lado meu decidir não ir, digamos por impossibilidade (suponhamos que eu já tenha outro compromisso), eu crio a realidade onde não vou, para atender o meu outro compromisso, mas o meu desejo de ter ido cria uma outra realidade onde eu fui naquele encontro. Li também que temos o nosso Eu-Superior (aquela parte de nós “desconectada” do nosso ego, a nossa essência espiritual) cuja consciência viaja para passados e futuros, criando assim realidades nesses dois tempos, que na verdade acontece no eterno presente.

Adoraria ouvir seus comentários sobre esse assunto de realidades multidimensionais.

Muito obrigada,
Christina Breault

Resposta:

Prezada Christina,

O Núcleo Central Cósmico, mais comumente chamado de Deus, ao se originar, originou também suas Leis Universais que regem tudo o que ocorre dentro dele! Portanto, aquela frase um tanto popularesca e bem como, um tanto rústica e fanática-religiosa, que diz: “O ser humano foi criado à sua imagem e semelhança”, não deixa de ter seus fundamentos, só que os animais, ou seja, a fauna, a flora, os vegetais e os animais também o foram! Sendo assim, quando se diz: Que Ele está em toda parte, em todos os lugares, está mesmo! Pois Ele abrange todos os quadrantes universais com requintes de Sua perfeição, dando ou transferindo a cada ser vivente e, não devemos esquecer que até as pedras (minerais) também são seres viventes, (veja por exemplo, as pedras que se movem no solo dos desertos do Vale da Morte no U.S.A, e noutros desertos do mundo) e ainda que para cada elemento, brota um ser Elemental que a guisa de uma Webmaster, desenha, administra e dá vida ao seu elemento, como a terra, o mar, a água e o ar e, consequentemente, tudo o que se origina desses elementos. Com a diferença de que O Núcleo Central Cósmico não possui rosto, corpo, braços e pernas e muito menos os “status fisiológicos” como haveria de pensar o ser humano comum da Terra. Isso não ocorre com os seres mais evoluídos de outros planetas, pois, sabem que cada um deles e cada um de nós, está atrelado ao seu “habitat” original, e cada um desses habitats dentro de suas dimensões próprias e particulares e que proporcionará a seus originados, seus “poderes”, suas locomoções astrais, ou viagens astrais e desdobramentos para fora ou para dentro do espaço e do tempo, vivendo o continuo “Eterno Presente”, libertando-o ou não, dependendo de suas constituições psicofísicas ou psicossomáticas, que o deixarão mais ou menos a vontade, mais ou menos leves e flutuantes para caminhar ou voar nas linhas magnéticas, aparentemente invisíveis, que percorrem o Universo em todos os seus quadrantes. Diga-se de passagem, que, as Naves Extraterrestres ou como eles, os ETs, as chamam: Volitores, fazem esse mesmos percursos durante seus vôos, e quando por infelicidade ou casualidade, essas linhas magnéticas sofre interrupções abruptas em consequência da péssima composição vibratória do “habitat” que visitam, como por exemplo o planeta Terra, ocorrem os atritos com as atmosferas e as consequentes explosões e desintegrações dessas naves e suas tripulações. Desta forma, cada ser humano, dentro de seu habitat e dentro de suas limitações de vivência e experiência, pode sim estar em vários locais ao mesmo tempo, pois, sua mente e seu duplo etérico são multidimensionais e elásticos e, mesmo que seu original, que seria o físico e o perispirito presentes, ou seja, onde ele está atuante no momento, não consegue impedir essa dualidade, pois, mesmo eles estando ocupado ou se dedicando aos seus afazeres, completamente opostos de onde ele está sendo chamado, ele seguirá para para lá para atendimento, quase sempre em uma de suas especialidades anteriores, como por exemplo, se ele tenha sido médico várias vezes, místico ou músico ou outras atividades, como político e etc. Seguirá e atenderá com precisão, mesmo que ele não atine ou esteja inconsciente com aquela atividade, pois, as pessoas que o conheceram antes e em suas formas biofisicas ou espirituais anteriores, as quais permaneceram registradas e intáticas nos Registros Akhashikos, sempre poderão ser buscadas e contatadas aleatoriamente ou em linguagem cibernética, “randomicamente”. É o meu caso, por exemplo, que me vejo em outros lugares atendendo a vários pedidos e, no entanto, meus afazeres atuais, não me permitiriam estar neles de corpo presente! Vou dar um exemplo aqui que você, como eximia Webmaster e os que se utilizam dos atuais computadores, vão compreender melhor: “Quando recebemos um e-mail e queremos repassá-lo, poderemos fazê-lo repassando-o para milhares de contatos, que receberão suas copias “ipsis litereis” com os mínimos detalhes, mas no entanto, o original permanece conosco em nosso computador e intático e pronto para “viajar” se desdobrando para outros locais e paragens, independentemente, do original querer ou não, estar disposto o não!”

Será que me fiz entender? Caso contrário, por favor volte a perguntar ou a acrescentar algo mais! OK? Devo acrescentar que quanto mais antigo for o ser humano, quanto mais experiência e vivencia e se por ventura ele for um ser originário de outro planeta, mais “gigabytes” ele terá e mais procurado ele será!

Abraços,
DYezzi::.

O Que Acontece Após a Morte?

O Que Acontece Após a Morte?

Pergunta:

Olá novamente Sr. Domingos!

Poderia me responder algumas perguntas que me deixam em dúvida dia e noite?

  1. O que acontece quando morremos?
  2. Como é o processo?
  3. Existem seres que ajudam a gente “do outro lado”?
  4. Se existem seres iluminados, como encontrá-los?
  5. Caso não encontrá-los ou caso eles não existirem, o que fazer?

Muito obrigado,
Uerê

Resposta:

Prezado Uerê,

Aqui vão minhas respostas. Quase um livro. Peço a você que divulgue pois, muita gente precisa e vai querer saber desse este assunto:

  1. Não existe desencarne (morte) e reencarne (nascimento) iguais, apesar de aparentemente, parecerem ser idênticos! Ou seja, a morte e o nascimento são diferentes para cada pessoa. O moribundo pode estar sofrendo muito ou não estar sofrendo, mas, seu desprendimento será peculiar, exclusivo para ele, pois, vai depender do grau de adiantamento, de conhecimento e sobretudo, dos níveis de toxidade que ele pode estar carregando sobre si. Entenda-se por toxidade, todos os tipos de vicissitudes que dominam o ser humano, quando em vida, por exemplo, se no momento de sua morte ele estiver, vingativo, invejoso, avarento, odiando, não perdoando, cobiçando, tiver feito mal-uso de seus sentidos, como sexo, voz, olhos, ouvidos, mãos, pés, tiver sido um viciado em álcool, fumo, sexo, drogas, estiver ainda preso aos determinados tipos de alimentação, ter sido criminoso, traficante, desviado o dinheiro público ou de terceiros, mal uso da palavra, mal uso de suas prerrogativas de mando, de poder, seja em que área for, pública ou privada, enfim, ter sido um mal elemento, mesmo que as pessoas não tenham ficado sabendo de seus atos nefandos, e ainda mesmo que aparentemente ele possa não ter qualquer tipo de consciência, tudo ficará registrado nos chamados “Registros Akáshicos” ou seja, registros universais/siderais, tudo, mas, tudo mesmo, será o lastro, ou peso que o manterá por longo tempo dentro do corpo, até que a putrefação das células e moléculas se se desintegrem, arrebentando-lhe o cordão magnético que o prendia ao físico, e após, ele, já com seu teor magnético mesurado, será atraído para as regiões astralinas, tanto no Umbral como nos níveis mais elevados, nos quais, expurgará entre “amigos” comuns, ou seja da mesma afinidade ou como se diz na gíria, (da mesma laia) até que devidamente desintoxicado em seu Períspirito ele possa ser atraído para seu antigo clã familiar, de preferência e lá poder receber seu novo corpo. Devo frisar, que nem sempre o tempo que ele permanecer no astral, até que ele seja atraído para o novo corpo pode ser suficiente para ele se desintoxicar plenamente, daí ele trazer para sua nova vida, todos os sintomas das doenças ou dos vícios (os quais, também podem ser emocionais, mentais e etc.) e desta forma, volta para drenar suas toxinas em forma de doenças graves e de variadíssimos tipos. Teremos então, os elementos com deficiências graves, como câncer na laringe, no estomago, nos intestinos, fígado, baço, pâncreas, órgãos externos e outros órgãos internos, como olhos, voz, ouvido (os surdo-mudo) os aleijados, os portadores das doenças e tumores cerebrais, os portadores de síndrome de down e outras síndromes, incluindo-se as várias manifestações de epilepsia, catalepsia, loucura definitiva, aquela que é incurável, por sérias lesões cerebrais e mentais, de nascimento e por ações externas, tais como, choques, traumas e etc., bem como, as esquizofrenias, as depreções, os medos e tabus, os quais, também poderão estar ligados ao excesso de substância dopamina no cérebro, além dos distúrbios de mediunidade descontrolada ou mediunidade aberta. Todos esses sintomas e doenças, em sua maior parte, o indivíduo traz dentro desi karmicamente, pois ele retornou a vida com esses tipos de deficiência ou de carência, que com certeza, os especialistas das áreas da psiquiatria e psicologia, saberão como atenuar. É preciso salientar que, NÃO EXISTE INJUSIÇA DIVINA, tudo o que o ser humano aqui plantar, aqui ele colherá, mesmo que seja em reencarnações subsequentes. Eu vou mais longe dizendo que ” A BALA PERDIDA SÓ PEGA EM QUEM A ATIROU ANTES”, quer dizer que, não existe vítimas perante o Criador, apesar de no momento do acontecido, quando uma criança inocente é atingida, ela e seus parentes, inconformados, não sabem e não aceitam a fatalidade, mas, o espirito do que foi atingido sabe ou vai saber. O Mestre dizia “Eu Não vim para Mudar a Lei mas sim para cumpri-la” e Ele, sem exceção também foi aparentemente vítima da Lei Universal (veja o capitulo especifico sobre a Morte e a Missão de Jesus no meu segundo livro “O DNA Do Espirito E Os Extraterrestres“! Há outros casos de desencarne como aqueles provocados por acidentes, por assassinatos e outros que ocorrem inesperadamente, mesmo nestes casos, quando o espírito é expulso do físico, repentinamente ou abruptamente, estarão sujeitos ao peso das toxidades e ao tempo de desintoxicação. Há também os casos de suicídio, quando a pessoa, por covardia ou desespero, dá fim a sua própria vida pensando que assim se libertará de seus problemas, ledo engano! Ela, entrará num estágio tão penoso quanto, ou pior do aquele em que se encontrava quando em vida! Terá contra si, todo o peso de suas toxidades, mais uma agravante que é a de ter fugido da vida e a ter encurtado no seu tempo real programado para seu destino. Além de que, sofrer os traumas espirituais ou perispirituais do tipo de morte que provocou sobre si, ou seja, se foi por tiro, por veneno, por ter se atirado debaixo de um trem ou de um veículo qualquer e agora, por terem se utilizado de cartuchos de dinamites em volta do corpo, matado a si e a outras centenas de pessoas, que estarão atrás dela lá nas regiões umbralinas, em locais específicos só para os suicidas.
  2. Respondido acima.
  3. Sim, há seres socorristas do lado de lá que fazem o possível dentro de suas limitações para guiarem o desencarnado em seu novo “status”, bem como, preparando-os para a nova reencarnação, no exato momento para isso. Mas, essa ajuda não livrará aqueles que devem passar ou arcar com seus processos e responsabilidades.
  4. Sim, há seres iluminados do lado de lá, mas, como se encontram em patamares vibratórios mais elevados, só poderão ser encontrados, se o ser humano tiver também sua vibração elevada, ou se eles baixarem suas vibrações, o que é um grande sacrifício para eles, descerem até o ser menos elevado.
  5. Na verdade, a reencarnação é automática, ou seja, o ser desencarnado encontra-se do lado de lá necessitando retornar á matéria, pois essa é uma das cláusulas da Lei Universal, ele será atraído automaticamente para o seio do seu antigo clã, de preferência familiar, mas, para isso ocorrer, será necessário que haja alguém para dar à luz a ele e disposto a recebê-lo. Normalmente, já deverá ter havido um acordo para essa aceitação entre eles. A ajuda dos seres mais elevados Reencarnacionistas se dá no sentido de resguardar o nascimento de intromissões indesejáveis, tais como, inimigos do reencarnante, da futura mamãe e outros, que, por qualquer motivo, até pelo tipo de “habitat” inóspito, colocarem dificuldades várias! Vou dar um exemplo aqui, um tanto “animalesco”, mas, que penso, facilitará o entendimento de todos os que se interessarem pelo assunto. Temos aqui na Terra um exemplo típico que nos mostra como funciona essa questão do reencarne ou renascimento: A humanidade da Terra , é carnívora por excelência, então, assistimos a morte de milhões de animais bovinos, suínos e conforme os países, todos os outros tipos de animais, deveria haver a pergunta: Se existe a Justiça Divina e ela é igual para todos, como permite toda essa matança? Os mais afoitos dirão: Os animais vieram para alimentar o ser humano, consequentemente não há por que ter pena deles: Eu respondo: Sim, de certa forma, o nosso habitat permite e facilita a ingestão de carne de animais, o que não ocorrem em outros planetas evoluídos, sempre salientando, evoluídos, desta forma, aqui, quanto mais os animais são mortos, mais eles se reproduzem e retornam “dentro daquele bendito esquecimento” que já mencionei em capito especial do meu livro e dentro do meu site, e, quando o fazem, não retornam vingativos, ao contrário, voltam mansos, e se sujeitam a serem mortos até cruelmente para serem ingeridos de várias maneiras, quando que se no lugar deles, fossem os seres humanos a serem massacrados dessa forma, com certeza viriam vingativos e o círculo vicioso do kharma se instituiria “ad eternum”, ou seja, para sempre, mas, os animais, logo após serem sacrificados, são imediatamente atraídos para o seu meio, e não lembram do que passaram anteriormente, daí a reprodução continua, o que é uma “dádiva” para os criadores e pecuaristas que se enriquecem cada vez mais com essa indústria da morte de animais! Para evitar isso, conto aqui uma passagem pessoal comigo: tive uma cachorra da raça dogue alemão, grande, toda dourada, olhos dourados, nariz vermelho, de nome DAPHNÉ, em homenagem a suíte Daphnis et Clohé, de Ravel, que estava tocando no meu rádio, no momento exato em que eu a puxava do ventre da mãe dela no ato do seu nascimento. Ela só falta falar e eu aprendi com ela a sua linguagem que era, e é, pelos sopros do nariz, ou seja três curtos, três longos, um curto dois longos e assim por diante. Assim, criei uma afeição por ela e, quando por uma fatalidade, minha casa passou por uma grande enchente, não pude salvá-la, o que foi uma dor horrível para mim, como se eu tivesse perdido um ente da família, então num ato de desespero e para evitar esse “reencarne automático” que já mencionei, pedi ao meus Guias da terra, que não permitisse que ela reencarnasse, pois, gostaria de reencontrá-la quando eu retornasse ao campo espiritual. E assim foi feito! Hoje ela serve de cão guia para os socorristas que adentram ao Umbral para buscar alguns necessitados e eles a trazem para mim que a vejo, balançando sua cauda de contentamento quando me vê! Portanto, a todos aqueles que têm os mesmos princípios, podem fazer o mesmo com seus animais de estimação!

Todas essas informações apesar de eu ter-me alongado, ainda poderiam ser mais profundas, mas, para não ser cansativo e extenuante, pararei por aqui, não sem antes informar que, todas elas eu as recebi de seres mais evoluídos que eu, ou seja eu as verifiquei “in loco”, ou seja pessoalmente, mas, assim mesmo não me dá o direito de ser infalível. E ainda, que em planetas mais evoluídos, tudo ocorre diferentemente, devido ao nosso “habitat” ser um tanto grosseiro e dar margem a todas essas mazelas descritas!

O ser terráqueo não faz ideia nem de longe o que vem a ser a vida e o renascimento entre seres evoluídos!

Um forte Abraço e por favor divulgue sem exceção!
DYezzi::.

Como Limpar Nosso Karma?

Como Limpar Nosso Karma?

Pergunta:

Bom dia Sr. Domingos,

Temos muitas coisas para limpar em nossos campos, ao que me parece em todas nossas reencarnações o maior objetivo é realizar esta limpeza (das toxinas), e acho que a melhor maneira de limpar é fazer o bem, perdoar, pedir perdão, ter bons pensamentos, alimentação correta e eliminar anti matéria acumulada, como falamos na física quântica moderna. Como o senhor vê que é realizado esta limpeza? Está correta a minha colocação? Que maneiras o senhor vê que podemos limpar estas toxinas a nível de cada encarnação, nessa vida por exemplo, em nossos tempos?

Uma pergunta a parte, o senhor nos vídeos diz que já veio para a terra nessa encarnação lembrando de quem é, com desenvolvimento de suas capacidades espirituais bem afloradas (vidências e contatos com muitas entidades planetárias). O senhor veio nessa encarnação para uma missão específica para ajudar a terra ou também está aqui no mesmo processo de evolução como centelha? Existem muitas centelhas encarnadas que estão aqui apenas para ajudar e influenciar os caminhos dos seres e o caminho da terra?

Agradeço novamente.

Abraços,
Rogério M.

Resposta:

Prezado Rogério,

Grato por seu e-mail e por suas perguntas.

Com relação a chamada “limpeza” das toxinas e da nossa aura, o ideal seria cada um de nós, saber o que “aprontou” nas vidas anteriores, e assim poder corrigir e não cometer mais os mesmos erros, mas, conforme você poderá ler no capitulo do meu segundo livro “O DNA Do Espírito E Os Extraterrestres“, denominado “O Bendito Esquecimento”, nem sempre isso é possível, pois as Leis Divinas Universais nos dá o privilégio de começarmos tudo novamente da estaca zero, sem sabermos de nada nem mesmo que estamos na frente de um grande inimigo do passado que ora vem nos cobrar ou resgatar o que fizemos com ele. Um exemplo: É claro que não se aplica ao nosso caso, mas digamos que eu tenha sido um inimigo figadal seu, no passado, e você soubesse disso agora, com certeza, você não estaria fazendo perguntas para mim, ao contrário, estaria se afastando o mais longe possível! Certo? Daí. a existência desse hiato no espaço e no tempo entre nossas reencarnações, justamente, para permitir que você não perdesse seu conhecimento e nem eu a minha possibilidade de informar. Desta forma, sim está correto seu raciocínio, ou seja, “fazer o bem sem saber à quem” e perdoar sempre independemente sem saber o que o nosso antagonista nos fez!

Sim, vim para cá, como todos os seres humanos, ou seja, começando da estaca zero, mas, meu DNA Espiritual já continha grandes feitos em prol da ciência e da humanidade. Estou aqui, desde os primórdios da legendária Atlântida, passei por várias reencarnações no Egito Antigo, Grécia, Turquia, Índia, Rússia, América do Norte, França, Bélgica e outros e finalmente aqui no Brasil, com várias idas e vindas ao meu planeta. Toda essa vivência e experiência no campo da vida e em vários ramos do conhecimento humano, entre os quais, a Ciência, a Astronomia, a Medicina, a Magia e muitos outros, foi o que me deu por assim dizer o que os americanos chamam de “background” na vida. Mas, infelizmente, não fui só bonzinho, participei de muitas contendas e por essa razão fui morto em muitas ocasiões e assim, pude “desopilar” minhas toxinas perispirituais. Assim, pude chegar até aqui e poder transmitir o que sei aos meus leitores. Mas, minha missão já estava delineada, como uma espécie de “mapa” com suas trilhas e ramificações, seus altos e baixos e etc.

Abraços.
DYezzi::.

Se Há A Lei do Esquecimento, Como Lembrar Nossa Missão?

Se Há A Lei do Esquecimento, Como Lembrar Nossa Missão?

Pergunta:

Olá Sr. Domingos,

Tenho assistido suas entrevistas no YouTube e acabei de comprar seus dois primeiros livros, vou iniciá-los.

Vou fazer algumas perguntas para o senhor, se me permitir, e se for possível responder estas indagações, que é importante para mim nesta fase da minha vida.

Acredito que todos nós temos um projeto maior de mundo (missão), que não conseguimos lembrar, devido a lei do esquecimento. Como o senhor vê isso? Todos temos uma missão que antecipadamente programamos aqui na terra? Ou estamos sempre sujeitos ao carma e em algumas situações (reencarnações) não conseguimos realizar ou lembrar nossa missão, enquanto não finalizarmos nosso carma? Como descobrir esta missão? Isso é intuitivo?

Outra dúvida é como o senhor vê a relação que pessoas, que começam a expandir suas consciência, têm com o dinheiro e o lado material, quando começa a mudar seus valores e que algumas coisas não tem mais sentido? Temos que trabalhar para sobreviver, mas como fazer isso com uma visão oposta ao meio que vivemos, como a espiritualidade vê isso? Temos que aprender a conviver com isso, ou podemos mudar completamente de vida? A partir da tomada de decisão de mudança mais focado para o lado espiritual, acredito que nossos protetores nos guiem. É dessa forma que acontece?

Agradecido,
Rogério M.

Resposta:

Prezado Rogério,

As Leis Cósmicas-Siderais, comumente chamadas de Leis Divinas, são imutáveis! O Criador, ou como nós o chamamos “O Núcleo Centro Cósmico”, as veio gerando a milhões de anos e são elas, “dentro das quais, nascemos”, nós e todos os seres do Universo, que regem cada movimento das Galáxias, seus Sistemas Solares, seus Sóis e Planetas e os Quasares (buracos negros) e tudo o mais no Universo, partindo das partículas infinitesimais aos gigantescos Astros ou Estrelas. Portanto, como eu disse, tudo o que foi, é ou será gerado, nascerá dentro delas e estará regido por elas. Desta forma, são as centelhas, (almas ou espíritos) de cada ser humano, ou humanoide ou ainda animal, vegetal ou mineral, que quando geradas dentro do Núcleo são expandidas para o universo a fora e cada uma se resfriará sobre o”habitat” que estiver no seu caminho, e ali fará seu copo tangível ou energético e a partir daquele momento iniciará sua caminhada em direção ao seu progresso tecnológico e/ou espiritual. Isso levará milhares de anos, dos nossos, e, nessa caminhada e de conformidade com seu “habitat” determinará seu destino (kharma) que poderá ser altamente progressivo, suave e sempre melhorando, ou pesado e sofrido como o “habitat” Terra. Sempre cada um com seu livre arbítrio, ou seja, (minha frase) “O Habitat faz o habitante e o Habitante faz o habitat” e cada um formará seu próprio ambiente que determinará seu nível de evolução. Dependendo do tipo de habitat encontrado, muitos terão seus físicos compostos com intestinos e outros apetrechos, ou sem os intestinos, assexuados e físicos mais energéticos, dai a existência de milhares de tipos e biotipos que habitam os bilhões de planetas no universo, só que a nossa ciência como brotou dentro deste habitat inóspito que é a Terra, levará centenas ou milhares de anos para chegar a esta simples conclusão. O assunto dá para eu escrever mais vários livros. Espero que você tenha compreendido até aqui.

Desta forma, cada ser, dentro de seu habitat já determinou a sequencia de suas missões, as quais os levarão em busca da perfeição e galgando os degraus mais elevados e passando de “Habitat” ou planeta inferior para o imediatamente superior para dar continuidade a seus projetos, ou permanece em seu habitat inicial, revendo seus atos e suas lições até adquirir “status” para pode habitar outro ambiente diferente do seu. Isso leva milhares de anos, pois quem está em estado inferior carrega sobre si próprio (físico, perispirito, mente e espírito (alma)) diversos tipos de toxinas que agirão como lastro, mantendo-o preso às suas bases e, como a água que só se transformará em vapor, após ter atingido 100 graus, o ser só subirá após ter se livrado de seu correspondente lastro. Por isso o grande Avatar – Mestre dos Mestres – dizia “à Cada Um conforme suas obras”, ou seja, quem plantou feijão vai colher feijão e não abóbora!

A experiência de vida está consignada as várias vivencias (reencarnações) que cada um conseguir ter ou se empenhar e não há como se passar de um para o outro, pois o valor estará intrínseco a cada um, leve o tempo que levar! E aqui não vai mencionado qualquer tipo de religião, seita ou filosofia, pois, no universo e entre os vários planetas evoluídos, elas não existem, são criadas por seres inferiores que dependerão delas como muletas para poderem prosseguir. Alguém já disse: “As religiões, seitas e filosofias, são o ópio da humanidade atrasada!”

Penso que para um bom entendedor, o que expus acima, bastará! Mas, se ainda não foi suficiente, volte a escrever OK?

Abraços.
DYezzi::.

Faz Lógica a Teoria do Big-Bang?

Faz Lógica a Teoria do Big-Bang?

Pergunta:

Oi Domingos,

Faz lógica na existência desse Big Bang, já que ele explodiu algo que ja havia antes?

Obrigado,
Olavo C.

Resposta:

Prezado Olavo,

O Big Bang nunca existiu pois o Núcleo Central Cósmico, gerador de tudo o que existe dentro do universo visível e dos universos paralelos, invisíveis, partiu do microcosmo para o macrocosmo para criar tudo, e sendo assim, caem por terra todas as teorias baseadas no Big Bang.

O Criador não era e nunca foi um padeiro, ou seja fazer uma grande massa para depois explodi-la. Ele1 me parece ser mais inteligente do que os nossos “sábios” cientistas, criados por Ele1, pensam, preferiu criar tudo a partir do microcosmo, ou seja, do átomo e continua nos dando demonstração disso, a partir do Universo do nosso corpo físico. Leia mais detalhes nos meus livros!

Abraços.
DYezzi::.

1 Aqui, onde a assexualidade de Deus e a sua onipresença e onisciência está em toda parte, fazemos referências à Deus como “Ele”, masculino, somente para acomodações linguísticas.

Temos Cérebro Reptiliano?

Temos Cérebro Reptiliano?

Pergunta:

Oi Domingos,

Existe tal coisa como um cérebro reptiliano? Há pessoas que crêem nessa raça de Reptilianos e dizem que temos um cérebro como eles, que formos alterados. Eu não creio nisso, e você? Veja o que diz essa pessoa neste video: https://www.youtube.com/watch?v=rtt3ZxmfAcw

Muito obrigada!
Christina Breault

Resposta:

Oi Christina,

Se formos levar em conta o tipo de raciocínio e de ações de alguns grupos terráqueos, que se dizem serem seres humanos, como por exemplo, aqueles que “aprontaram recentemente na França”, com certeza, teriam cérebro de reptilianos, pois são sanguinários, vingativos e desprovidos de qualquer senso de sentimento e de humanidade, e a morte para eles nada significa, pois, acham que morrendo matando muitos “infiéis”, aqueles que não participam de seus pensamentos retrógrados, com certeza devem ter cérebros reptilianos! Isto julgando apenas pela aparência do que seriam os répteis se tivessem formas humanoides, mas, nunca vi nenhum em toda esta minha vida em contato com os Extraterrestres, entretanto, eles me dizem o seguinte: “Vocês na Terra têm grandes mares e oceanos, profundos e tão grandes à guisa do Espaço Cósmico-Sideral, no qual, há uma variedade de espécies marinhas, vivas (fauna e flora), com comportamentos dispares entre si e variando de acordo com a profundidade onde “residem”, ou seja, conforme a localização de seus “habitats”, quando o de baixo sobe para comer o de cima e o de cima desce para comer o debaixo, e, só não permanecem ali pela dificuldade natural de oxigenação! São obrigados a viverem onde nasceram, mesmo quando a fome abate sobre eles, o que quer dizer que, as Leis naturais e Divinas se fazem presentes sempre, em todas as situações e regiões do Universo, dando a cada ser a liberdade de vida dentro de seus respectivos habitats! São Leis rígidas e que devem ser obedecidas sem qualquer conotação religiosa, pois como já expliquei inúmeras vezes, no Universo não há religiões ou religiosismos, o tal mal necessário criado pelo terráqueo e por alguns outros seres em outros planetas do Universo, desta forma, mesmo que mal comparando, o espaço Cósmico-Siedral é similar aos oceanos e mares da Terra, também há seres de todos os tipos e conformações biofisicas e ainda com ações pouco recomendáveis dentro dos princípios harmônicos humanos e mesmo até humanoides, apesar de todos, todos mesmo, sem exceção, serem regidos pela mesma Lei Cósmica Universal de Ação e Reação que fatalmente colherá o transgressor no futuro, quando ele menos esperar, seja ele evoluído mental, espiritual ou tecnicamente, isso quando não ocorrer no mesmo momento da transgressão. Assim surgem também os chamados “Patricinhos e Patricinhas” ou “play boys do espaço sideral”! Vejam, os grandes acidentes ocorridos dentro do espaço terrestre com naves alienígenas, cuja tripulação era e é tida como possuidora da mais alta técnica de construção e de domínio de vôo intergalático, vindo a provar que ninguém escapa aos rigores da Lei, seja ele quem for!” Portanto, apesar de eu nunca ter visto ou ter estado em contato com um ser reptiliano na terceira dimensão de nosso planeta Terra, e acredito que esses que os mencionam também só ouviram dizer deles, nunca o viram ou conversaram com eles, pois já pedi para eles provarem a existência do que eles insinuam, mas, não obtive resposta, ficam só nas conjecturas, nas ilações fantasiosas, nada mais que isso. Não acredito que a raça humana tenha se originado de cérebros reptilianos, mas, acredito que possam ter havido no decorrer dos milhões de anos e anos que formam as humanidades e as gerações terráqueas, alguma injeção morfológica de seres alienígenas que alteraram o DNA Físico e o DNA Espiritual do ser terráqueo causando transformações e deixando heranças genéticas bárbaras com consequências funestas para alguns grupos raciais!

O assunto vai longe e, eu poderia escrever mais um livro só sobre ele, mas, para não cansar os leitores e nem a você, vou parar por aqui, desejando que você publique cada vírgula, se puder, com a respectiva tradução no nosso lindíssimo site.

Abraços.
DYezzi::.

O astro Sidérius é um planeta morto, sem atmosfera?

Planeta Sidérius

Pergunta:

Sr. Domingos Yezzi, tudo bem?

O astro Sidérius que se aproxima do nosso sistema solar é um planeta morto, sem atmosfera? Pode me informar de onde vem, o que houve com ele no passado? O Sidérius não está aqui por um acaso, ou seja, foi a humanidade do planeta Terra que o atraiu com o padrão vibratório inferior? Neste caso, as humanidades dos demais planetas vizinhos também serão afetadas sem “culpa” nenhuma? O Sidérius só vai passar entre os planetas sem colisão e depois vai continuar seguindo para rumo desconhecido? Se nós mudarmos a vibração poderíamos evitar a aproximação, teoricamente? Desculpe, embora simples intelectualmente, mas, muito detalhista, tudo isso me despertou muitas perguntas.

Agradeço pela atenção.
Hissachi

Resposta:

Prezado Hissachi,

Devo dizer que todas essas informações você as encontrará no meu site e mais ainda nos meus livros, os quais você obterá em PDF através do site, basta fazer o pedido e pagar pelo PayPal, mas, eu não poderia deixar de responder a você, um leitor tão interessado e que poderá divulgar a seus contatos.

Sidérius não é um astro morto, é Astro Gigantesco com mais ou menos 40 milhões de kms de diâmetro, portanto, bem maior que o Sol que tem aproximadamente 1 milhão e 300 mil kms de diâmetro. Ele possui uma atmosfera deletéria, com gazes venenosos, ainda não apropriada ao tipo de vida igual ao da Terra, mas, servirá para atrair os espíritos recrudescentes, malignos, da Terra e de outros planetas por onde ele já passou e passará após passar por Nosso Sistema Solar. Ele é tão pesado magneticamente que atrairá àqueles espíritos. Após desencarnarem em seus planetas, os carregará “colados” em seu astral e os despejará sobre planetas com afinidades negativas com aqueles espíritos. O que vale dizer que cada um receberá e viverá conforme suas obras e sua vibrações intrínsecas. Pelo que sou informado e pelo que me é mostrado por Dornete e sua equipe que o vem acompanhando desde 11º sistema solar mais próximo do nosso, dentro de nossa galáxia, todos os seres que tentaram escapar as ações de Sidérius, mesmo tendo naves avançadas, foram atraídos e seguem presos com suas naves, na “cabeleira” magnética de Sidérius e dela, só sairão, quando forem despejados em outros planetas mais atrasados e carentes de uma nova civilização. Portanto, se a civilização ou seres tiverem afinidades com o tônus vibratório de Sidérius, não escaparão de terem que recomeçar tudo novamente desde a estaca zero.

Agora, para melhor compreensão sobre a formação e origem do Gigante Sídérius, vou levar você, e os demais leitores a uma viagem mental racional, através do Espaço Cósmico e Sideral, lá junto aos Engenheiros Siderais, responsáveis pela habitabilidade dos mundos e pela criação desses mundos.

Há milhares de anos passados, tais Entidades, que tudo prevêem e conhecem dentro do Universo, fizeram deslocar-se de sua órbita dentro da Galáxia, uma órbita gigantesca que circunda milhares de sistemas solares, girando em sentido contrário desses planetas. Ou seja, enquanto a Terra e nosso Sistema Solar giram da direita para a esquerda no sentido dos ponteiros de um relógio, Sidérius gira da esquerda para a direita, o que provocarão uma total remodelação de todos os sistemas e planetas por onde ele teria que passar, já passou e ainda passará.

Por quê isso. justamente, contrariando o pensamento retrógrado da Ciência terrestre e de milhares de seres humanos, de que vida só há na Terra, ao contrário, vida há em todos os planetas de todos os sistemas solares e e galáxias em todos quadrantes do Universo. Entretanto, mesmo aqueles seres, ou humanidades, que atingiram um patamar de progresso técnico, mental, cerebral e espiritual inconcebíveis para o ser comum, eles se acomodam em seus estágios grandemente evoluídos e não se lançam a busca de novos e incríveis conhecimentos á sua disposição no Universo, e permanecem em seus planetas cultuando seu próprio progresso, sem descerem para auxiliarem civilizações mais atrasadas, como as da Terra, por exemplo, pois todas as vezes que aqui tentaram foram repelidos ou causaram danos irreparáveis, o que, dentro da Lei Universal, significa culpabilidade e resgate kármico pela ação e reação inerente a vida nos mundos. Desta forma, Sidérius, já alterou nosso sistema solar por várias ocasiões, uma delas quando, na Terra, ocasião há mais ou menos onze ou doze mil anos atrás, o famigerado Dilúvio, que submergiu vários continentes na Terra e, enquanto trazia para dentro do nosso sistema solar, novos planetas e satélites naturais, com suas respectivas civilizações. Razão pela qual, ele também é chamado de planeta higienizador, chupão e na Bíblia, de Absinto. Portanto, com a passagem de Sidérius, tudo será movimentado dentro do sistema solar, e só serão afetados, planetas que tiverem sintonia com as emanações vibratórias dele, aqueles que não tiveram, serão afastados de sua órbita atual com suas próprias atmosferas e respectivas civilizações intactas.

Quero dizer que o planeta que sofrerá mais com a presença de Sidérius será a Terra, e penso, que não será necessário eu explicar a causa ou os porquês. E neste caso, não dará mais tempo para se evitar as hecatombes previstas, pois elas foram anunciadas milenarmente por avatares, pela Bíblia, por videntes e clarividentes, mas ninguém deu ouvido, preferiram ouvir a Ciência cega e insensível e se dedicarem a belicosidade, a maldade, a negatividade e outros sentimentos vis!

O que poderá ser feito, é uma tentativa rápida de mudança de costumes e aumento das vibrações mentais e espirituais de cada ser humano, sem fanatismo ou religiosismo barato, para ou durante os próximos 10 ou 15 anos anos, tempo esse, que meus amigos calculam que Sidérius será mais sentido.

Ele entrará em sentido contrário ao Sol, ou seja, enquanto o Sol se põe, ele, imediatamente, surgirá no poente, para na manhã seguinte aparecer no Zênite (no Céu), como o segundo Sol e durante alguns meses os dois sois nos queimarão inapelavelmente, até que ele se afaste, dividindo nosso sistema solar em dois, tendo o Sol atual como líder de um novo sistema e Júpiter como líder do outro, levando consigo alguns dos atuais planetas. Vejam as páginas e capítulos específicos nos meus dois livros, agora também em PDF pelo meu site.

Sidérius entrará em nosso sistema solar pela proximidades do planeta Júpiter em órbita perpendicular as orbitas dos planetas.

Abraços.
DYezzi::.

Positivo Atrai Positivo E Negativo Atrai Negativo

Positivo Atrai Positivo E Negativo Atrai Negativo

Sugestão:

Olá Domingos.

Poderia escrever um artigo contando como que as Leis Universais de Positividade e Negatividade respondem de modo equivalente?

Muito obrigada,
Christina Breault
Astróloga Védica, Web Designer e Tradutora

Resposta:

Prezada Christina,

Antes de mais nada, grato por seu e-mail e por suas palavras.

O Núcleo Central Cósmico — Deus – O Centro Gerador de Tudo O Que Existe No Universo — No momento em que ele gera suas criações, o faz com o positivo e o negativo, bem como o neutro. Desta forma, tudo o que temos no Universo e, principalmente dentro do Planeta Terra e entre suas civilizações, é constituído desses três fatores.

Levando-se em conta a energia magnética pura, eu diria que, num ímã magnético se dá justamente o contrário, o Positivo Repele o Positivo e o Negativo Repele o Negativo, pois tratam-se de forças semelhantes entre si, mas, concomitantemente, e sempre será assim, o positivo atrai o negativo e o negativo atrai o positivo, por serem forças diferentes entre si. Aqui, justamente, vem demonstrar uma das falhas das Leis de Newton, quando ele diz: “Massa atrai massa em razão do quadrado das distancias e etc”, eu digo que massa, jamais atrai massa, mas sim, o que atrai são os pontos energéticos magnéticos que possam envolver a massa, ou os polos magnéticos positivos e negativos que formam cada planeta no Espaço Sideral, o que lhes dá a propriedade de rotação em torno dos seus eixos e as translação em torno do Sol, e os mantém afastados uns dos outros e, se Newton tivesse razão, de há muito Júpiter já teria sido atraído pelo Sol, pois tem massa maior que os demais planetas e os outros planetas gigantes como Saturno, Urano, Netuno e outros já teriam sido atraídos para o centro do nosso Sistema Solar. No entanto, eles continuam firmes em suas orbitas imutáveis, as Luas naturais, tanto da Terra, quanto as dos demais planetas que possuem Luas, elas continuam girando em todo de cada um, intactas. Assim como, os planetas menores, Mercúrio, Plutão, Fesp (não descoberto ainda), Vênus, Marte, Terra, Àga (não descoberto ainda), Oswen (não descoberto ainda), 12 planetas em seu número total, continuam firmes em suas orbitas em torno do Sol. Portanto, o Sol, sendo de massa maior que todos os outros 12 já os teria atraído com si há milhares de anos atrás. Mas, aqui não será possivel eu explicar, devido o pouco espaço, eu diria que há outros fatores que permitem a existência dos fatores de sístole e diástole atração e repulsão a manutenção dos planetas em suas órbitas originais, girando com as mesmas velocidades sobre seus eixos e em torno do Sol, bem como, as Leis da Gravidade, dentro de cada planeta, que são a existência do vácuo total ou absoluto entre os planetas e os raios solares incidentes sobre cada atmosfera de cada planeta. Iria muito longe, portanto, fico por aqui e peço aos leitores que entrem no meu site e leiam meus livros.

Isso também ocorre com a bússola dos navegantes, cuja parte imantada positiva se afasta do polo positivo da Terra e assim o navegante, seja pelo mar ou pelo ar, consegue seguir os pontos cardeais, ou seja, norte, sul, leste e oeste, e todas as demais posições, pois a agulha magnetizada da bússola, indicará todos os detalhes. Isso foi descoberto há centenas de anos pelos navegantes e descobridores de continentes.

Mas, no que se refere ao teor vibratório humano, animal ou vegetal, que cada qual possui, uma aura radiotavia, positiva ou negativa e mesmo neutra, se dá o inverso, pois, a energia mensurada, apesar de também ser positiva, negativa ou neutra, não é a magnética pura, mas sim, a sentimental e a da saúde, bem como a da carencia e a da afetividade, as quais, são expelidas ou exaladas através da aura energética humana ou não, ocasionando a empatia ou a antipatia entre os seres humanos, mesmo que se tenham conhecido pela primeira vez. Por quê isso acontece? Exatamente devido aos fatores sentimentais, ou de baixo sentimentos e outros que alteram as respectivas auras, interferem nas regiões dos Plexos e Chakras, que são vórtices energéticos rotativos em torno de si próprios, como se fossem funis duplos, um dentro do outro, giratórios no sentido dos ponteiros do relógio, ou seja, da direita para a esquerda, isto significando que um indivíduo que conseguir estar com os doze plexos e doze chakras uniformes, todo girando da direita para a esquerda, ele terá sua aura, ou campo de força bem luminoso e radioativo, positivo, não permitindo a entrada das bactérias físicas, exaladas por doenças ou os miasmas (bactérias das bactérias) emitidas por pensamentos negativos mas, poderosos, que interpenetram sobre as auras, plexos e chakras e até poros de pessoas doentias, negativas, maldosas e com afinidades belicosas, o que vale dizer também, que estás pessoas fracas, estão com seus plexos e chakras, podendo ser os 24 ou apenas alguns de determinadas regiões físicas, girando da esquerda para a direita, atraindo para si todos os tipos de males emitidos por terceiros. Enquanto estas pessoas, apanham tudo o que estiver negativado no ar ou no ambiente e não conseguem se desvencilhar ou desintegrá-los, pois suas forças mentais e espirituais, estão enfraquecidas, podem até serem levadas a óbito; aquelas outras, toda positivadas repelem tudo o que vai contra elas desintegrando ou repelindo e mando de volta para quem as enviou.

Em resumo, esse é o significado do: Positivo atrai Positivo e Negativo atrai Negativo! Sem se levar em conta, o que iríamos longe demais, de mensurarmos as ligações de afinidades ou não em seu pretérito, ou seja, em suas vidas passadas, que podem ter trazido para suas vidas atuais em seus DNAs físicos (das células) ou DNAs espirituais carregados sobre seus perispiritos que, nestes casos, agem como veículos transportadores para os próximos corpos daquele indivíduo.

Sei que o assunto não é de fácil compreensão, daria para eu escrever um livro completo, por isso vou interromper por aqui. Se algum dos meus leitores tiver alguma outra dúvida, por favor entre no meu site e faça suas perguntas que serão respondidas na primeira oportunidade.

Abraços.
DYezzi::.

Políticos Eleitos

Votar

Comentário:

A emoção dulçorosa anima meu ser e, contrita, envio ao Senhor uma prece por quem se de mim lembrou, para amenizar-me a velhice, enviando-me esta bela mensagem. Sempre o faço quando os meus belos se lembram da véia Thereza.

Aproveito para pedir, humildemente, aos generosos corações acompanhar-me nas minhas diárias vibrações positivas que envio à Maria e ao Divino Mestre, pelos dirigentes em todos os níveis da gestão pública de nossa nação. Que eles assimilem as intuições do Alto, para bem administrarem a coisa pública. Sei estarem todos assumindo sérias responsabilidades pelas quais se comprometeram antes de reencarnarem.

A Joana do outro lado da vida nos assegura que “o idealista legítimo possui a compreensão de que o êxito do seu empreendimento é conseguido a grande esforço, mediante as demonstrações de sua legitimidade pelo exemplo de equilíbrio de que se faz portador.”

Abraços mil da Thereza.

Resposta:

Querida Yayá Tekinha,

Belíssimo pensamento, belíssimo exemplo deixado pelo médico pernambucano. A melhor definição de Saudade! Aquele Anjo definiu muito bem!

Mas com relação aos nossos governantes e demais dirigentes, penso que deveríamos ter orado e pedido com fervor, antes de tê-los escolhidos desde há mais de 100 anos, de onde eu concluo que o Onipotente Criador — O Núcleo Central Cósmico — criou o livre arbitrio justamente para demonstrar a imparcialidade Dele* em assuntos planetários internos, desta forma, penso eu, juntamente com aqueles que me acompanham de outros orbes, assim como aparentemente Ele* parece não ligar para as monstruosidades cometidas por aqueles que se denominam seres humanos, entre eles, Ele* também, aparentemente, não vai ligar para aqueles que estão sendo consumidos por um CA na garganta ou em outras partes do corpo, pois com certeza, aquilo é fruto de distorções do VERBO ou de Ações desumanas praticadas sobre outrem. (Veja- se o caso dos mais de 70 milhões de mortos na segunda guerra e outro milhões e milhões em outras guerras travadas durante séculos dentro de nosso planeta.)

Óra, se o livre arbítrio existe para se cometer as más ações, ele existe também para colhê-las. Enganam-se aqueles que pensam, que tudo passará desapercebido às LEIS DIVINAS, até os mínimos detalhes escondidos ou camuflados dentro da alma humana, não perceptíveis aos olhos físicos, não passam incólumes sob essa Leis. Portanto, preparem-se aqueles que se desviaram e negligentes se aproveitaram das brechas das leis civis, brechas que eles mesmos deixaram para suas maquinações. Alguém já disse “E o Fogo Virá Do Céu!”, claro, pois essa é a única forma de haver uma punição geral e imparcial. Quando o Mestre-dos-Mestres dizia: “Quem com ferro fere, com ferro será ferido!” eu acrescento: “Quem fere o Espírito, no Espírito será Ferido!” E no meu segundo livro há um capítulo: “O Tempo – A Bactéria do Universo!”, ninguém e nada vence o poder do tempo, seja na Terra ou fora dela!

Abraços,
DYezzi::.

* Aqui, onde a assexualidade de Deus e a sua onipresença e onisciência está em toda parte, fazemos referências à Deus como “Ele”, masculino, somente para acomodações linguísticas.