A música altera os pensamentos?

A música altera os pensamentos?

Pergunta:

Querido amigo e mentor,

Sobre o que você disse sobre usar a música para alterar seus pensamentos, sempre tive a impressão de que quando ouço determinadas músicas, ocorre uma transformação dentro de mim. Já diz o ditado,”quem canta seus males espanta”, né?

Abraços fraternais!!!
Mantuano

Resposta:

Oi Mantuano,

Cada nota tem uma cor especifica, ela vibra na sua determinada cor. Portanto, um acorde feito de várias notas são várias cores, uma sinfonia, um concerto, uma sonata e mesmo um chorinho, um fox, um boogie, jazz etc. cada um tem sua cor, e de acordo com a necessidade da pessoa, essas cores penetram em seus poros e lexos e chakras, harmonizando ou desarmonizando seu todo psicossomático. Quando uma nota é vibrada e de acordo com o instrumento que a vibra, após ela se transformar em som, logo em seguida se transforma num gás colorido que se espalha por todo o ambiente e segue para o espaço. Esse ambiente pode ser um lar, um teatro e etc. Dai, a sensação que temos de gostar ou não de determinada música, e percebermos que algumas delas nos deixam em baixo astral, depressão etc., e outras nos aquecem, estimulam nossa mente e sentimentos, acelerando nosso metabolismo. Levando-se em conta as músicas que contêm palavras e estas também são indutoras sobre nosso psiquismo.

Abraços,
DYezzi::.

Anúncios

E sobre Handel e Bach?

 

E sobre Handel e Bach?Pergunta:

Querido amigo e mentor, bom dia.

Eu venho ouvindo Bach e Handel bastante devido a tópicos em sua página no Facebook e seus comentários sobre música e Deus para o programa do Fredi Jon, e porque sou APAIXONADO pelo som de orgão, sintetizador, e piano. Inclusive quando escuto os trabalhos de Handel, senão me engano período barroco, fico me sentindo melancólico e meio “em transe”. As de Bach que também tem orgãos me causam a mesma sensação. Sempre gostei de música clássica num todo, tinha muitas trilhas sonoras de filmes.

Abraços Fraternais,
Mantuano

Resposta:

Prezado Mantuano,

Handel e Bach, ambos eram excelentes músicos e virtuoses em vários instrumentos principalmente no Orgão de Tubos. Só que Handel como tinha acesso a monarquia inglesa, que por sua vez era, além de fleumática cheia de normas e regras sociais e o dinheiro corria solto. Haendel, mais que depressa, se converteu de alemão em inglês e conseguiu obter as benesses da realeza. Por isso sua música era composta para uma classe que se dizia mais requintada, então ele, fazia questão de aparecer, de sobressair, mas não como um virtuoso, mas sim como um músico, diria mais comercial. Compunha músicas lindas e menos virtuosísticas, se bem que difíceis de serem executadas. Sem menos prezá-lo, eu diria que Handel um gênio musical oportunista. Fez uso de Oratórios e Operas, que iam tão ao gosto daquela faixa social que ele cultivava e o deixou rico. Enquanto Bach, foi muito maior e mais genial que Handel, pois inventou todos os passos da música, foi um dos maiores compositores da Música, sendo cognominado – O Pai Da Música devido ter criado quase todos os gêneros musicais de sua época e para o futuro, sendo um virtuose inigualável do Órgão de Tubos, violino, viola, violoncelo e etc. Deixando peças que até hoje exigem do executante um excelente domínio de cada instrumento. Ao contrário de Heandel, que se fazia de dificil e Bach, simples como era, vivendo dos parcos salários de Cantor (responsável pela música em seu lugarejo, saiu da Alemanha e foi a Londres cumprimentar Handel, que nunca foi encontrado, nunca se punha a disposição para uma conversa. Parecia ser maior que o Rei. Bach, compôs centenas de maravilhosas Cantatas para voz humana e para orquestra, obras primas do gênero e milhares de outras obras que hoje formam um extenso arquivo de trabalhos primorosos. Ele chegou a tocar no Órgão de Tubos, um dos mais modernos da época, construído para seu admirador Buxtehud, cujos fabricantes já introduziram o que havia de melhor em tudo, chaves, teclados válvulas peladeiras, que ele tocava como ninguém.

Portanto, Handel e Bach, apesar de grandes compositores, são diferentes entre si, tanto em personalidade como em composições e seus instrumentos eram similares, o que tinha de melhor na época, Bach concorreu para o aperfeiçoamento do Órgão e do futuro piano que surgiria com ideias dele mais tarde até chegar aos nosso dias.

Abraços,
DYezzi::.

Todo o texto acima é de autoria do sensitivo Dr. Domingos Yezzi::. Doutor honoris causa pela Assembleia Legislativa de São Paulo, pela Loja Maçônica Mozart de S.Paulo, pela Loja Maçônica Brasília de S.Paulo e pela Loja do Templários do Rio De Janeiro.

Numerologia … 2 + 2 = 4.00000000000000000∞

Numerology

Comentário:

Numerologia, segundo os doutos que se debruçam sobre o seu estudo, é a ciência das vibrações sonoras. Assim, o homem como um poderoso centro de manifestação de energia, reúne todas as lições e experiências dos diversos reinos da natureza. Cada número representa um símbolo. Normalmente, não cogitamos sobre o lado oculto de tudo que nos acontece. Por que estamos no orbe terrestre, testemunhando ou praticando horrores? Em contraponto, a Misericórdia Divina nos envia luminares espirituais para amainar as nossas desditas. Há que se parar, diuturnamente, para refletir sobre o que está acontecendo no país e no mundo e nos preocuparmos em captar as melhores vibrações para o nosso orbe, através da prece. É o que penso. Gostaria de aprender mais, analisando outros conceitos sobre as desditas e venturas que vivenciamos.

Thereza

Resposta:

Querida Yayá Tekinha,

Após a filosófica exposição de vosmecê, por sinal muito bem feita, o que eu tenho a dizer é que o Universo é matemático. A própria matemática é universal, ou seja, um mais um são dois, aqui na Terra, em Marte ou qualquer outro planeta, portanto ela é uma linguagem universal que poderá produzir entendimento entre os povos de todos os planetas em todas as galáxias. Os nomes poderão ser outros, a pronuncia também outra, mas, o resultado será o mesmo para todos. A medida do Pi [π], utilizada pelos egípcios e outros povos da Terra na antiguidade e até hoje, é a mesma para todo o universo. Apenas que cada número tem sua vibração própria e conotação significativa de acordo com o habitat onde ele foi gerado. Na Terra é uma vibração e em cada planeta é outra vibração, de conformidade com o habitat, assim como cada nota musical que também tem sua vibração e sua cor de acordo com o habitat onde ela for gerada; o mesmo também ocorrendo com as plantas e os respectivos seres dos vários reinos, vegetal, mineral e animal, incluindo os seres humanos. Por exemplo: se uma Sonata de Bach, ou de qualquer outro compositor que aqui na Terra tem sua tonalidade, sua vibração, sua conotação psicofísica e outros detalhes regidos pelo ambiente (habitat) terrestre, em Marte teria outras podendo até não serem entendidos da forma como os entendemos e ouvimos, assim como as músicas deles, para nós também teriam outras formas e significados.

O que posso acrescentar a vosmecê e à todos aqueles que nos lerem,é que o Criador e seu Universo é simplesmente maravilhoso e indescritível e eu, por qualquer desarranjo ou aberração da Natureza, sou privilegiado em conhecer e a vivenciar. Não precisamos ir tão longe, se todos tivéssemos a propriedade e a possibilidade de visitarmos nossos mundos paralelos, que estão logo aí ao nosso lado, veríamos e sentiríamos pasmados as cores dos sons, dos números, das plantas e dos seres e tudo o mais que formam esses mundos, entrelaçados ao nosso, que por ignorância e atraso mental e espiritual (o que não ocorre com os seres de outros planetas dentro de seus próprios habitats), não conseguimos apreciar e muito menos vivenciar, iríamos ficar extasiados, deslumbrados, deslocados, como eu fico, tal a diferença vibratória existente já entre nós e esses campos, entre o nosso mundo e aqueles mundos. É simplesmente maravilhoso e indescritível! Daria para escrever um espesso livro sobre esse assunto, quem sabe um dia serei inspirado em fazê-lo!

Abraços minha Yayá Tekinha! Em Inglês, que “God Bless You”!

DYezzi::.

[box type=”tick”]Translation: Numerology[/box]

Tudo no plano físico tem cópia, ou "duplo" no Astral

Everything on the physical plane has a copy, or "double" in the Astral

Pergunta:

Sr. Domingos,

Estou lendo o seu primeiro livro e no capítulo sobre o violinista Paganini o senhor cita um detalhe que há muito tempo tinha curiosidade em saber. Por favor, me explique melhor: “Vimos Paganini no Astral em nossa casa … e seu inseparável Guarnérius …” se referindo ao violino. Pergunta: Um espírito recria no astral um objeto seu preferido com as mesmas características do original ou ele por algum processo desconhecido leva o objeto com ele e deixa aqui uma cópia? Obrigada.

Abraços,
Rosa

Resposta:

Prezada Rosa,

Grato por sua pergunta.

Conforme sou informado e pelas vivências que tenho tido em constante contato com o Astral, ou seja, o campo espiritual, ou o mundo paralelo energético, que circunda a Terra e que consequentemente nos envolve a todos, tudo o que existe em nosso plano físico tem sua cópia, ou “duplo” no Astral, principalmente, objetos ou coisas que nos acompanham ou acompanharam quando em vida. É o caso de Paganini, o grande virtuoso que não se separava do seu violino Guarnérius Del Gesu. Ele deixou o original dele aqui e que se encontra no museu relativo a ele em sua cidade natal na Itália.O instrumento original é utilizado ainda hoje por grandes concertistas que o tomam emprestado do museu, para gravações e concertos públicos.

Devo lembrar também, que o espírito humano quando deixa o corpo físico não se desintegra com a morte e se torna uma cópia “viva” com todos os seus detalhes de anatomia e de personalidade no astral, ou seja, é uma copia verdadeira do que ele era quando em vida. Não é só Paganini, mas se aplica a qualquer um de nós. Eu também digo no livro, que o Espírito, quando desencarnado, em estado perispiritual é semi-material, apesar de ser invisível aos olhos comuns, é matéria rarefeita, ou quintessenciada, podendo se tornar visível e tangível em determinadas situações. Portanto, o Espírito ainda é Matéria, mesmo que algumas religiões digam o contrário. Leva para o lado de lá todos os resquícios de sua vida na carne, tais como, vicios, vontades, desejos, doenças e maldades.

No caso mencionado, ele, Paganini, leva consigo, energizado, o seu violino em sua essência, o qual, pode ser tocado e ouvido até melhor do que seu original, pois ambos, Paganini e seu Guarnérius se encontram no mesmo plano vibratório, portando, estão interligados vibratóriamente “ad perpetuum”. Entretanto, se faz necessária aqui uma explicação pessoal, particular: Enganam-se aqueles que, pensando que tudo será encontrado no mesmo patamar vibratório após sua morte física, exemplo, perdem um ente querido e se suicidam pensando que irão se juntar a ele após a morte, raramente se juntarão imediatamente, pois cada um tem seu teor vibratório peculiar, uns vibrando mais alto, outros mais baixo e, após cometerem esse desatino, verificam que seu ente querido não se encontra onde ele esperava encontrá-lo, se desesperam e até enlouquecem espiritualmente, exigindo um longo tratamento energético no campo espiritual por parte das entidades espirituais afeitas socorristas, afeitas às tais situações, que não são raras, ocorrem desde que o ser humano começou a ordenar sua razão.

Espero ter esclarecido, caso contrário, volte a escrever.

Abraços,
DYezzi::.

[box type=”note”]Translation: Everything on the physical plane has a copy, or “double” in the Astral[/box]

Cada raio… Cada ET…

Cada raio... Cada ET...

Pergunta:

Tudo bem, Domingos?

Pergunta rápida: O que os seres de luz que se referem em mensagens encaminhadas por pessoas querem dizer com ”Conselho guardião do raio dourado”? Cada “raio” é uma ramificação de virtude em suas determinadas dimensões?

Outra perguntinha: Os seres extraterrestres vivem aproximadamente uns 300 ou 500 anos, não é?

Abraços e muita paz.
Heitor

Resposta:

Oi Heitor,

Cada raio tem um comprimento de onda, consequentemente, cada cor também. Assim também é com cada nota musical que também tem seu comprimento de onda e sua cor.

Cada cor tem seu significado, não porque foi batizada com aquele significado, mas, sim, porque é o resultado daquele significado. Um exemplo, a cor dourada, já foi detectada em seres e pessoas muito inteligentes, intelectuais e bem como da energia positiva renovadora. Mas, isto não quer dizer que as outras cores não tenham suas representações e outros significados. Há inteligência no azul, no verde, no branco, no vermelho e noutros matizes, mas, em alguns deles, prevalecem a bondade, o amor, a criatividade, a renovação, o altruísmo e assim por diante, a bondade, a frieza, a neutralidade e etc.

Eis um outro exemplo que poderá ser útil a você e a seus amigos, amigas e contatos: Beethoven compôs sua sinfonia nº6 e a denominou de Pastoral, que significa uma demonstração em sons, do que seja o campo, seus camponeses, a natureza, a tempestade, enfim, o ambiente terrestre, razão pela qual ele a compôs na tonalidade de Fá Maior, que é uma tonalidade verde! Portanto, mesmo sem ouvir os sons, devido a sua surdez, e também talvez não fosse clarividente, mas sabia, sentia. Poderia ter escolhido em Ré Maior, Dó Maior e etc, mas não combinaria com o que ele tinha intenção de dizer, sem deixar declarado! Você e todos demais leitores terão oportunidade de ler meu 4º Livro já pronto para ser editado e que se denomina “Nas Entrepautas da Música” Piscofonia – Aquilo que o compositor quis dizer, mas, não deixou declarado” Aguardem! Garanto que vai ser maravilhoso, e vai contrariar, infelizmente, os que se julgam donos da música!

Quanto ao tempo de vida dos Extraterrestres, sim eles vivem em sua maior parte acima de 300 anos dos nossos e há alguns como os de Saturno e de Netuno, que nunca morrem, apenas num determinado tempo, milhares de anos dos nossos, trocam de capa, como nossas serpentes que trocam de pele. Não há crianças, todos já nascem adultos, pois, quando vão ” reencarnar” seus espíritos são recobertos com as energias de seus futuros progenitores. Mesmo assim, há a concorrência da mulher e do homem, ou do elemento masculino e feminino.

Pode divulgar, por favor.

Abraços,
DYezzi::.

[box type=”note”]Translation: Each ray… each ET[/box]

Entrevista com Jô Soares

Comentário:

Olá Sr. Domingos.

Tive o prazer de conhecê-lo há poucos dias através da internet. Assisti no YouTube sua entrevista no Jô Soares realizada em 2010 o que acabou por confirmar minha opinião sobre esse apresentador que como entrevistador, continua sendo um excelente comediante.

Ouvi atentamente sua explicação sobre o Sol e entendi perfeitamente mesmo não possuindo altos conhecimentos sobre física, química, etc. Já providenciei a encomenda do seu primeiro livro e sei que aprenderei muito mais com ele.

Realmente nossos irmãos interplanetários sabem escolher seus “trabalhadores” porque é preciso ter uma paciência e tolerância muito grandes com as pessoas tão cabeças duras que surgem pelo caminho. Desculpe o comentário mas é que eu me impaciento muito com isso porque ninguém é obrigado a ler ou ouvir esses ensinamentos e, portanto, não tem o direito de ficarem retrucando, pondo em dúvida, fazendo piadinhas e etc. Pessoas assim continuam vendo o Universo através de uma única janelinha, presos a páginas escritas há séculos, perdendo a chance de entender melhor essa imensidão onde estamos mergulhados. O ser humano tem muito medo de seguir em frente; prefere ficar amarrado às coisas já postuladas há tempos não percebendo que tudo evolui e que até os ensinamentos transmitidos chegam à nós conforme nossa capacidade de entendimento. Eu não desrespeito nenhum daqueles que foram instrumentos do Mais Alto para nos ensinar em tempos remotos mas eles também tinham noção de que o conhecimento é muito maior do que imaginamos. É maior mas nem por isso difícil. Nós é que gostamos de complicar tudo para dar uma aparência de algo superior e inatingível. Também não sigo nenhuma religião por considerá-las limitantes e querer que nos consideremos meros joguetes a mercê de um Deus que só pune e castiga. Tenho como guia, Mestre Jesus que para mim é um irmão mais velho que quis nos mostrar o caminho mais fácil da evolução.

Obrigada Sr. Domingos e saiba que tem em mim uma aluna muito atenta e interessada.
Rosa G., São Paulo

Resposta:

Querida Rosa,

O Ser humano em pleno século XXI não acredita na existência do espírito, não acredita na reencarnação e, como você acha que ele iria reagir frente a uma afirmação bombástica destas? Eu já a publiquei em 1978 num jornal de Ribeirão Preto, foi o maior auê!

Tenho consciência de que uma afirmação desta mudará todos os conceitos científicos e para-científicos, mudará tudo, dai a relutância e a inconformação dos leitos menos avisados. Agradeço a você pela amabilidade e após você ter lido meus livros e explorados meu site, volte a me escrever, estarei a disposição.

Quanto aquele apresentador, é uma boa pessoa, como você disse, um ótimo comediante, mas me deu a oportunidade de mostrar minhas afirmações.

Abraços e Feliz Natal!
DYezzi::.

Estilos de música e suas influências

Música

Pergunta:

Estilos músicas como heavy metal tendem a nos deixar “negativos”? Ou a soma de nosso estado mental/espiritual no momento + este estilo de música que pode nos fazer mau? Pois quando de meus 14 – 15 anos eu tinha um vinil do grupo Iron Maiden que eu adorava naquela época e não me causava esse tipo de sensação. Desde já, grato, querido amigo.

Abraços,
Mantuano

Resposta:

Oi Prezado Mantuano,

Não sei se voce sabe, fui um compositor antigo, razão pela qual recebo em meu astral vários compositores ainda desencarnados e alguns deles me mandaram mensagens assinadas que se encontram no meu primeiro livro. Meu terceiro livro, já pronto para ser editado, faltando apenas o patrocinador ($$$$) se chama “Nas Entrepautas da Música”, já registrado, no qual eu explico muitos detalhes da musica para aqueles que querem aprender a ouvir música e conhecer seus detalhes ocultos, como esses que você me pergunta.

Sim esse tipo de música tem coloração de tons escuros e negativistas, que interpenetram pelos poros, plexos e chacras das pessoas e ao invez de elevarem suas vibrações, as faz declinar. Razão pela qual, quem as toca, e quem as ouve, são ligadas às drogas e à bebida, pois, no auge do som ou melhor ruido, seus subconscientes apelam para as “viagens” toxicas e sexuais desvairadamente, o que resulta na grande massa viciada e dependente.

Não sou contra, mas, acho que é fruto do final dos tempos e desta sociedade humana, um tanto desumana e deseperada que já antevê os momentos trágicos que vão ocorrer em nosso planeta.

Aconselharia a você ouvir compositores clássicos e se preferir trilhas sonoras para descansar a mente, escolha compositores como Ennio Morricone, Burt Bacharach, e dezenas de outros mais romanticos e objetivos.

Abraços e disponha.
DYezzi::.

Notas Finais

Domingos YezziO presente volume que ora coloco a público reflete aquilo que os Seres Extraterrestres Pensam e Esperam da Humanidade, através dos contatos diretos que formaram comigo desde de minha tenra infância. O que eles desejam é uma humanidade terrestre  mais conhecedora de si própria e mais entrosada com a fenomenologia e as energias que a rodeiam e assim conhecendo, se situe em patamares vibratórios mais elevados e em consonância com seres mais evoluídos técnica e espiritualmente, proporcionando-lhes maior ensejo de manterem contato direto sem causar a esta humanidade choques e traumas psicológicos pelos medos, tabus, e preconceitos que dominam, justamente plea falta de conhecimento e desinformação, ou informação deturpada. Assim como os aborígenas temem o contato com o homem civilizado, quando este contato ocorre fortuitamente causa àquele aborígena mais males do que bem.

Espero ter conseguido esclarecer um pouco mais este assunto o qual sera mais esmiuçado nos volumes que se seguirão.

Mensagem Universal

Vejam Amigos.
Vejam Senhores.
Vejam meus Jovens.
Vejam o nosso Mundo.
Vejam o nosso Cosmo.

São redomas, espirais,
dínamos, reatores,
bombas, urânio, nitrogênio, supersônicos,
o polo dieternizado,
satélites ionizados,
discos, Discos Voadores
de Marte e todo Sistema,
a presença do radar
e da energia nuclear.

Vejam também o passado.
Sáurios anti-diluvianos
de há mais de milhares de anos,
estão todos desvendados.
Esfinges desmascaradas
galáxias estranguladas.

Sabem o que é isso meus jovens?
Isso é a cultura!
Cultura sem culto nenhum.
Culto? … Culto a ídolos pra quê?
A cultura nos superou.
Eis aí meus caros jovens.
Nosso Cosmo de tudo repleto!
Agora uma pergunta:
Que é que falta para ser completo?

Falta paz – Oceano de bondade.
Falta Amor – Apanágio da deidade.
Falta União – Única felicidade.
Faltam Sorrisos – Reflexos de espontaneidade.

Falta em nossos corações
um céu mais fluorescente.
Falta um mundo diferente
com arpejos de doçura
com celestial ambiente.

A tudo saciamos; conforto, sabor material.
Isso é tudo muito natural.
Pois vivemos em um mundo
onde encontramos só duendes,
invejas maquiavélicas,
onde tudo nos enerva.

O homem desde o primate
respira uma atmosfera de medo.
Receia perder a vida, seus bens,
receia perder o amor, seu ar para respirar,
mas nada sabe conservar.
Receia perder uma situação que suspeito não merecer.
O homem receia tudo.
Por medo mata, rouba e mente.
Por medo calunia, bajula, é descrente.
Por medo se humilha, se vinga e odeia.
Por medo é infinitamente desgraçado.

O medo cultiva:
a discriminação, a desconfiança,
o preconceito, a insegurança.
O medo alucina!
Anula qualquer sentimento,
desagrega sensibilidades.
O medo acima de tudo,
favorece a inveja e a vingança.
O medo com tudo isso,
só nos traz infelicidade.

É impossível criar no mundo
Condições de vida em que,
para viver dignamente,
o homem não precisasse sucumbir à corrupção,
aceitar desigualdades
aceitar humilhação.

É impossível, pois o homem
vive eternamente pronto
ao ataque ou à defesa.
O homem, meus caros jovens,
afia eternamente suas garras
para melhor rasgar as carnes
e sentimentos alheios.

O homem é belicoso e mau.
Fecha todos os seus dedos, para,
melhor poder reter
no côncavo das suas mãos
tudo quanto possa recusar
ao próximo, aos seus irmãos.

É impossível criar no mundo
as condições de que falei.
Pois, para isso meus jovens,
Precisaríamos tudo recomeçar.
Mas podemos e devemos
criar dentro de nós mesmos,
em nosso peito, em nosso curacao
um templo de essências fraternas
que se expandam sem barreiras.

Criar grupos uníssonos,
corajosos, bem dispostos,
que exijam de nós mesmos,
compreensão e tolerância,
para fazermos da Terra
um futuro para isso.

Criar harmonização
para estarmos preparados
para enfrentarmos a tranformação
que o Fim desse ciclo nos trará.

Hajam, mexam-se, sejam versáteis.
Não fiquem atolados nas trincheiras,
trincheiras e conflitos mentais.
Se orientem por mentes mais fortes,
mentes mais amplas e abertas.
E, se não puderem agir por si somente,
concentrem-se no Amor, no “Amai-vos uns aos Outros”.

Sois livres, inteligentes,
mas, nunca se esqueçam de
que, sempre mais ali adiante
haverá alguém atolado e,
sem meios de sair,
de sua própria trincheira.

A esse alguém, caros jovens,

deveis dar o beijo fraterno,
o amor despreconceituoso,
a permuta de sentimentos,
pois, esse alguém meus amigos,
também tem para vos dar,
Amor, Sabedoria e Humildade,
mas, estando atolado,
ou melhor, aturdido, confuso,
não sabe como agir.
Terminando caros jovens.
Saibam que não existe
mérito mais louvável
ao deixarem lhes oscular as mãos,
aqueles que desejam receber
o benefício do perdão.

Apenas mais um conselho:
Tenham idéias ou ideais sadios
para que possam produzir
frutos viçosos numa unidade global,
num todo humano, mental e sideral.

Nada existe de mais piegas
do que tumultuações, hipocrisias.
Sejam sempre irmãos
sem se deixarem poluir pelo menos em suas mentes.
Enfim sedes como um grande Coral
que, reunido ou disperso,
possa produzir vibrantes Harmonias,
difundindo cores, sons e sinfonias.

Assinatura de Ludwig Maria Van Beethoven
Ludwig Maria Van Beethoven

Captado em 17.01.78 às 23:30h