Qual a finalidade dos crop circles?

Qual a finalidade dos crop circles?

Pergunta:

Estimado amigo e mentor Yezzi, boa noite.

Outro dia, conversando com um amigo sobre ufologia, ele me perguntou se eu tinha lido noticia sobre um novo crop circle que estava-se muito falando na midia especializada. Disse que não estava sabendo até porque este assunto crop circle eu mais leio abobrinhas do que algo efetivo e não busco estudar.

Quando cheguei em casa me ocorreu de te perguntar o que voce pode me esclarecer sobre crop circles pois talvez seus contatos possam ter lhe passado informação deste fenomeno e finalidade.

Desde já grato pela atenção de sempre.

Abraços!
Mantuano

Resposta:

Prezado Mantuano,

Os Crop Cicles, são uma espécie de mandalas vivas, que eles tricotam com suas naves nas nossas plantações, com o intuito de atraírem vibrações positivas para nosso globo e, ao mesmo tempo, mostrarem suas pericias em fazer esses sinais com suas naves, obedecendo leis matemáticas, trigonometria e etc. São também uma espécie de aviso de suas presenças entre nós e que se quisessem poderiam fazer outras coisas e ninguém os impediria.

Isso vem demonstrar nossa impotência frente a esses seres, que demonstram uma inteligência fora do comum e uma paciência bem elástica com o ser humano.

Abraços,
DYezzi::.

[box type=”info”]Translated Text: What’s the purpose of the crop circles?[/box]

Reencarnação, Karma

Karma

Pergunta:

Olá, bom dia,

Gostaria de solucionar uma dúvida: A doutrina espírita fala em reencarnação e que estamos em um mundo de provas e expiações para saldar dívidas do passado ou cumprir alguma missão. Mas não é injusto a pessoa ficar sofrendo por uma coisa que ela fez em uma outra vida que ela nem vai lembrar do que fez? Agora toda vez que passo por momentos difíceis na minha vida, fico paranóica, pensando no que eu fiz no passado, se matei, se roubei, etc…

Atenciosamente,
Naiara M.

Resposta:

Prezada Naiara,

No meu segundo livro “O DNA do Espírito E Os Extraterrestres”, página 65 – “O Poder da Mente … O Bendito Esquecimento”, você encontrará detalhes explicativos para essa sua dúvida, entretanto, vou dar aqui umas rápidas pinceladas a respeito, pois nunca é demais:

Sempre baseado que O Criador – O Núcleo Central Cósmico – é justo e imparcial dentro de suas leis, imaginou um Universo composto só de positividades e que em todos os planetas que formam esse universo, haveriam humanidades boas, dentro do amai-vos uns aos outros, mas, como a inteligência maior é a dele, não poderia deixar de formar leis naturais e automáticas, visando alcançar aquele ser humano que, com certeza, devido ao seu “habitat inóspito” iria sair da linha. Seria invejoso, rude, maquiavélico, maldoso, briguento, semearia a discórdia, a guerra, a doença, enfim, faria tudo aquilo que não estivesse previsto. Dai surgirem as Leis de Ação e Reação, de Causa E Efeito e muitas outras que, naturalmente cerceariam a belicosidade do ser, levando-o ao aprendizado, mesmo que pela dor, já que pelo amor, o ser humano acharia muito fácil e não praticaria. Então, desde a existência dos seres humanos, devido essa índole belicosa, que vem ocorrendo essas distorções praticadas pelo ser contra o próprio, gerando assim um acumulo de atrocidades cujo tempo médio de vida, principalmente no planeta Terra não daria para que ele resgatasse suas ações nefastas, mas tudo fica registrado nos chamados Registros Akhashicos, sobre os quais, você encontrará minhas explicações no meu site. Esses registros cósmicos-universais são por assim dizer, uma copia de nossos registros mentais/espirituais em tamanho agigantado. Desta forma, muito mais meticulosa do que a memória do ser humano, que é fraca e esquece tudo por conveniência e interesse, a Memória Divina que são esses registros, nada esquece, nada se apaga, ao contrário, deixa tudo pendente em busca da solução adequada.

Isso vale dizer que, se você deu uma paulada na cabeça de alguém, esse alguém registrou sobre si próprio, mesmo que ele tenha morrido, pior e mais ainda se morreu. Ora, como já expliquei, não havendo tempo para que você recebesse de volta o que você praticou, pois tanto você como sua vitima, se foram fisicamente. Sim, fisicamente, pois espiritualmente e mentalmente vocês continuaram mais vivos do que nunca e consequentemente, um desejando vingar-se e o outro, não aceitando, como você não aceita, ao encontrá-lo revidaria antes que ele se lembrasse que foi você quem o matou na outra e, novamente, você o faria de vitima. E ele, nas duas vezes, clamou por Deus, por proteção e ninguém apareceu! Não apareceu, justamente porque ele também havia praticado algum tipo de desarmonização, ou seja tudo vira um “moto-continuo” sem fim. Até que aja o perdão espontâneo entre os dois, dai o bendito esquecimento, que leva o algoz frente a frente ao seu inimigo, e ele apenas vai saber “que não topa aquela pessoa” mesmo sem a ter conhecido antes. Também vai haver aquele que se apaixona á primeira vista, sem também ter conhecido a pessoa antes!

Dai eu sempre dizer: – “Quem não deve não teme!” – “A bala perdida só pega em quem a soltou antes!” – “Nada ocorre por acaso!” – “À cada um de acordo com suas obras!” – Ele já dizia. E este meu ditado algébrico que diz: “Ai de Ti ou Feliz de Ti, No Dia em que o Teu Presente, encontrar o Teu Passado!” A matemática cósmica se fará presente, ou seja, se foi negativo e ainda continua sendo negativo, sinais iguais, soma-se e tudo continua negativo! E nem os mentores poderão interferir. Se foi positivo e continua sendo positivo no presente, sinais iguais, soma-se e tudo continua positivo! E nem o mais negativo dos seres poderá interferir. Se foi negativo e o presente é positivo, sinais diferentes, diminui-se, permanecendo o sinal do maior! Portanto, não há o que temer, apenas deve-se ter a preocupação de construir, de fazer bem aos outros e ao mundo, pois o que é do homem será do homem, seja positivo ou negativo. Autor: DYezzi::.

Veja bem, não há religião ou religiosismo nessa casuística, há apenas, ação e reação, sem castigo divino, sem punição dos santos ou mentores, apenas leis cósmicas siderais a serem cumpridas. Ou seja, normas de boa convivência entre os seres universais.

Abraços.
DYezzi::.

Olho por Olho, Karma, Deus …

Olho por Olho

Pergunta 1:

Olá DYezzi,

Eu lendo seu livro, o primeiro … “Os que os extraterrestre … acham de nós” … tem uma parte lá sobre os karmas. Numa situação de perigo na rua com bandido, a gente tem que reagir? A questão de nosso karma que entendi lá pode sobrar olho no olho no dia do encontro com o KARMA. Onde devemos preservar o nosso espirito, a massa corpórica, devemos reagir para que o Karma seja mais brando? Mas mesmo com o perigo eminente, mesmo assim devemos reagir? ou só na oportunidade que temos de sucesso de escapar?

Obrigado,
Ronney E.

Pergunta 2:

Obrigado DYezzi,

Pois é, muito estranho as pessoas. Estava em experiência de trabalho e não renovaram os 45 dias. A gerente dizia que estava gostando mas veio ordem superior da empresa. Mas faz parte, estou tentando e fazendo flasback de onde minha ação não foi o desejado deles e retornaram com esta reação sendo que para mim a [minha] dedicação era suficiente. Enfim o universo conspira ao meu favor nas infinitas possibilidades. Chateado pelas falsidades das pessoas. Namaste. Só agora esperar a nave da federação e de lá esperar a 3D deixar de ser para o habitat aqui tornar 4D.

Ronney E.

Pergunta 3:

[Considerando] a palavra Lúcifer = Luz e Cristo = Luz, na física e tudo mais a luz é uma só. Origem a mesma, da criação. Então seria a mesma pessoa? Uma apagou assim dizem as religiões. E luz não apaga. Ela precisa do escuro para prosseguir. Resumindo: cada um no seu quadrado mas fica ainda a polêmica sobre a luz ser a mesma. Seria Lucifer/Cristo da mesma dimensão? Poderia o amigo decifrar esta para mim? Veio este tema hoje aqui na net.

Abraço,
Ronney E.

Resposta 1:

Prezado Ronney,

Grato por seu e-mail e por sua pergunta.

O kharma quer dizer destino. Nascemos com ele. E por conseguinte, tudo vem delineado para o nosso futuro. É infalível, quase matemático, contudo pode ser amainado dependendo da nossa vontade, na hora de uma decisão. Quando o Mestre-dos-Mestres disse: “Se alguém lhe bater numa das faces, ofereça a outra face”, não quis dizer: “Sejais covardes! não se defendam!” Ele apenas quis dizer para evitar as reações em contrário, elas podem virar uma bola de neve, um moto continuo sem fim, pelo qual, uma pessoa mata a outra hoje, aquela que foi morta volta e mata seu algoz amanhã e assim por diante, nunca tem fim como não está tendo, veja o panorama do nosso planeta é um mata mata sem fim.

Tive vários chefes de policia de São Paulo aqui em casa, e uma das conversas foi esta: Estando em perseguição a um meliante e nos ameça com uma arma e vai puxar o gatilho, devemos matá-lo ou não? Todos nós temos direito a nos defender, mas há um segundo entre a policia e o bandido, um segundo, onde a policia tem a possibilidade de apenas atirar nas pernas dele, nos braços ou dar tiros não mortais, mas naquele segundo, a policia, por raiva ou vingança, o mata com um tiro certeiro. Com certeza essa ação aparentemente despercebida aos olhos humanos e a lei, vai gerar um kharma para o policial, pois ele podia não ter matado, mas fez de conta que desconhecia e o matou friamente. Ora, isso vai gerar uma culpa indireta, além do que o espírito do ladrão vai cobrar do policial sua vida desperdiçada por um segundo de maldade.

Penso que este exemplo dará para se ter uma ideia. Mas, qualquer coisa volte a perguntar.

Abraços.
DYezzi::.

Resposta 2:

Caro Ronney,

Estou a disposição. É só escrever.

Abraços.
DYezzi::.

Resposta 3:

Prezado(s) e Querido(s) (Osvanil e) Ronney,

Realmente, podemos ter até mais que três tipos de justiça, por exemplo, uma delas, acrescentando às três mencionadas, a justiça entre as gangs de criminosos, a qual não apela para nenhuma das outras três, tem seu próprio código de honra e não teme nenhuma das outras três, mas está sujeita às outras três e, não querendo se sujeitar, age à sua maneira. Porém, o que ocorre com os culpados ou vitimas de todas elas, posteriormente à perda do corpo físico, cada um deles passará isoladamente o que tiver que passar, e ninguém mesmo se apiedará dele. Tudo isso levando-se em conta apenas o tipo de “habitat” terráqueo!

Quanto a origem da Luz, é uma só: O Núcleo Central Cósmico – Deus. Mas, as designações errôneas só se dá aqui na Terra, pois tanto as religiões quanto as filosofias e congêneres, faladas, escritas, hereditárias através da historia ou não, com suas tendências mentais escravizantes, de domínio do ser humano sobre outro ser humano, sempre deturparam o verdadeiro significado dessa palavra pequenina mas grandiosa como o Universo, “Luz”.

O que quer dizer que “em terra de cego quem tem um olho é rei”, “na total escuridão quem tem uma lamparina é Deus”. Trocando em miúdos, tanto Jesus, como Lúcifer ou como qualquer um de nós, tem sua origem no Núcleo Central Cósmico, assim também, o negativo, o positivo e o neutro, o mal e o bem, o mau e o bom. Acontece que, cada uma dessas facções ou ramificações “divinas” se reforçam nos “habitats” ruins e negativos e até a luz não atravessa. Dai os chamados umbrais da Terra, os campos ou universos paralelos negativos, onde se localizam os locais tenebrosos, charcos, vales, pântanos, labirintos em total escuridão, apenas iluminados com luzes artificiais produzidas e controladas pelas mentes negativas dominantes, que seriam os Lúciferes donos do pedaço”, que se tornaram reis milenares daqueles locais, dentro dos quais, se regozijam em poder torturar suas vitimas e algozes, naturalmente, cumprindo as Universais Leis de Ação e Reação. Eu diria que, apesar do jargão popular que diz que o “Sol nasceu para todos”, não nasceu para aqueles que são obrigados a “viver” energeticamente naqueles locais pois, devido suas emanações negativas de dor mental e espiritual, conseguem formar uma espessa névoa, uma nódoa, que não permite a passagem da Luz solar, apesar de que fisicamente os raios solares incidirem sobre todo o planeta. (Eu teria que fazer uma explicação mais detalhada sobre esse fenômeno, mas isto tornaria este texto muito longo). Contudo, tudo isso se desfaz nos “habitats” bons, positivos e a Luz vem mais firme e em vários matizes coloridos.

Portanto, no universo todo prevalece a Lei das afinidades, da ação e reação e, por incrível que possa parecer, o que é Luz para uns é cegueira e escuridão para outros e vice-versa.

Infelizmente, todas as religiões e filosofias, se conhecem os fatos acima, não lhes é dada a facilidade de tecer essas revelações que faço, pois, no meu caso, acho que é chegada a hora “das máscaras e mordaças negras e dos porcos comerem pérolas”, ou morrerão com fome de conhecimento!

Grato a vocês pelas perguntas e ao ensejo de minhas respostas!

Abraços.
DYezzi::.

Reencarnação

Reencarnação

Pergunta:

Gostaria de solucionar uma dúvida. A doutrina espírita fala em reencarnação e que estamos em um mundo de provas e expiações para saldar dívidas do passado ou cumprir alguma missão. Mas não é injusto a pessoa ficar sofrendo por uma coisa que ela fez em uma outra vida que ela nem vai lembrar do que fez ?  Agora toda vez que passo por momentos difíceis na minha vida, fico paranóica, pensando no que eu fiz no passado, se matei, se roubei, etc…

Atenciosamente,
Naiara

Resposta:

Prezada Naiara,

Leia no meu segundo livro, “O DNA do Espírito E Os Extraterrestres”, página 65 — “O Poder da Mente. [Também em] “O Bendito Esquecimento”, você encontrará detalhes explicativos para essa sua dúvida, entretanto, vou dar aqui umas rápidas pinceladas a respeito, pois nunca é demais:

Sempre baseado que O Criador — O Núcleo Central Cósmico — é justo e imparcial dentro de suas leis, imaginou um Universo composto só de positividades e que em todos os planetas que formam esse universo, haveriam humanidades boas, dentro do ‘amai-vos uns aos outros’, mas, como a inteligência maior é a dele, não poderia deixar de formar leis naturais e automáticas, visando alcançar aquele ser humano que, com certeza, devido ao seu “habitat inóspito” iria sair da linha. Seria invejoso, rude, maquiavélico, maldoso, briguento, semearia a discórdia, a guerra, a doença, enfim, faria tudo aquilo que não estivesse previsto, Dai surgirem as Leis de Ação e Reação, de Causa e Efeito e muitas outras que, naturalmente cerceariam a belicosidade do ser, levando-o ao aprendizado, mesmo que pela dor, já que pelo amor, o ser humano acharia muito fácil e não praticaria. Então, desde a existência dos seres humanos, devido essa índole belicosa, que vem ocorrendo essas distorções praticadas pelo ser contra o próprio, gerando assim um acumulo de atrocidades cujo tempo médio de vida, pricipalmente no planeta Terra não daria para que ele resgatasse suas ações nefastas, mas tudo fica registrado nos chamados Registros Akhashicos, sobre os quais, você encontrará minhas explicações no meu site. Esses registros cósmicos-universais são por assim dizer, uma copia de nossos registros mentais/espirituais em tamanho agigantado. Desta forma, muito mais meticulosa do que a memória do ser humano, que é fraca e esquece tudo por conveniência e interesse, a Memória Divina que são esses registros, nada esquece, nada se apaga, ao contrário, deixa tudo pendente em busca da solução adequada.

Isso vale dizer que, se você deu uma paulada na cabeça de alguém, esse alguém registrou sobre si próprio, mesmo que ele tenha morrido, pior e mais ainda se morreu. Ora, como já expliquei, não havendo tempo para que você recebesse de volta o que você praticou, pois tanto você como sua vitima, se foram fisicamente. Sim, fisicamente, pois espiritualmente e mentalmente vocês continuaram mais vivos do que nunca e consequentemente, um desejando vingar-se e o outro, não aceitando, como você não aceita, ao encontrá-lo revidaria antes que ele se lembrasse que foi você quem o matou na outra e, novamente, você o faria de vitima. E ele, nas duas vezes, clamou por Deus, por proteção e ninguém apareceu! Não apareceu, justamente porque ele também havia praticado algum tipo de desarmonização, ou seja tudo vira um “moto-continuo” sem fim. Até que aja o perdão espontâneo entre os dois, dai o bendito esquecimento, que leva o algoz frente a frente ao seu inimigo, e ele apenas vai saber “que não topa aquela pessoa” mesmo sem a ter conhecido antes. Também vai haver aquele que se apaixona á primeira vista, sem também ter conhecido a pessoa antes!

Dai eu sempre dizer: Quem não deve não teme”! – “A bala perdida só pega em quem a soltou antes”! – “Nada ocorre por acaso”! – “À Cada um de acordo com suas obras”! – Ele já dizia. E este meu ditado algébrico que diz: “Ai de Ti ou Feliz de Ti, No Dia em que o Teu Presente, encontrar o Teu Passado”! A matemática cósmica se fará presente, ou seja, se foi negativo e ainda continua sendo negativo, sinais iguais, soma-se e tudo continua negativo! E nem os mentores poderão interferir. Se foi positivo e continua sendo positivo no presente, sinais iguais, soma-se e tudo continua positivo! E nem o mais negativo dos seres poderá interferir. Se foi negativo e o presente é positivo, sinais diferentes, diminui-se, permanecendo o sinal do maior! Portanto, não há o que temer, apenas deve-se ter a preocupação de construir, de fazer bem aos outros e ao mundo, pois o que é do homem será do homem, seja positivo ou negativo. — Autor: DYezzi::.

Veja bem, não há religião ou religiosismo nessa casuística. Há apenas ação e reação, sem castigo divino, sem punição dos santos ou mentores, apenas leis cósmicas siderais a serem cumpridas. Ou seja, normas de boa convivência entre os seres universais.

Abraços,
DYezzi::.

Lúcifer… verdade ou legenda?

Lúcifer... verdade ou legenda?

Pergunta:

Olá Yezzi,

Prazer em conhecê-lo. É verdade que Lúcifer existe, ou é somente uma lenda? Pois há religiões que dizem que ele existe e outras negam a existencia dele, aí fico na dúvida.

Obrigado pela atenção.
José O.

Resposta:

Prezado José,

Grato por sua pergunta.

Pra que eu possa dissertar a respeito desse personagem Lúcifer e ao mesmo tempo responder a sua pergunta, eu tenho que retornar aos tempos da Criação do Universo, o que você poderá ler no capítulo 24, páginas 64–72 do meu primeiro livro “O que Os Extraterrestres Pensam e Esperam de Nós“, denominado de: “De Onde Viemos O Que Somos e Para Onde Vamos” e ” Gênesis Moderna” respectivamente. Devo lembrar que estaremos editando um livreto de bolso só para essas páginas, pois elas são essenciais para compreensão do Criador e Suas Criaturas.

Quando o Núcleo Central Cósmico — Deus — ou O Criador passou a existir, ele se tornou um grande Sol, gerador de energias e as espargiu para todos os recantos do Universo e cada raio ou que era e é espargido dele sai com um comprimento de onda especifico, que foi chamado de Centelha. Sendo assim, as respectivas centelhas foram dando origem a cada coisa no universo, ou seja, aos planetas, aos “habitats”, aos habitantes e tudo o mais que teria que existir. E, como um grande gerador, à guisa de uma Grande Usina Elétrica, como tal, gera tanto o positivo, quanto o negativo e o neutro.

Durante bilhões de anos esse Núcleo Central Cósmico foi gerando tudo à sua volta e assim de dentro para fora, tudo foi tomando sua respectiva forma e cada “habitat” foi formando seu habitante, ou seja, “o habitat gera seu habitante e seu habitante gera seu habitat, não importando a localização desses Habitats no universo, contudo, os mais próximos a ele foram sendo gerado antes, portanto, são mais antigos e adquiriram experiência, vivência e conhecimento antes daqueles que íam sendo formados nas periferias do Universo e das respectivas galáxias (lembrando que nosso sistema solar se situa na periferia da nossa galáxia — a Via Láctea). Ocorre, entretanto, que muitas centelhas humanas geradas anteriormente, e, por serem humanas, ou como querem alguns, humanóides em alguns casos, mas que no conceito universal todos são humanos; falharam e foram remetidos aos habitats mais inferiores, não só para se desintoxicarem de suas partículas negativas, mas também porque tinham adquirido mais conhecimentos e maior avanço tecnológico, mas como não haviam conseguido perder sua negatividade, sua soberbia e arrogância, ao se verem frente a frente com seres mais ignorantes e carentes, induziram a outros já reencarnados a criarem cultos, seitas e religiões afeitas ao mal e que tinham por escopo a sua adoração, sempre com firme propósito de dominação das maças e obterem vantagens energéticas e fluídicas. Vieram povos, que apesar do adiantamento psíquico e cientifico, faziam sacrifícios de sangue, tanto de humanos como de animais a esses seus “deuses” que se auto-dominaram de Lúcifer, Diabo, e congêneres. E, como o mal já estava prevalecendo, foram mandados para esses locais, principalmente a Terra em nossa Galáxia, entidades do Bem. Estas então, também baseadas na fragilidade e no pouco conhecimento que se alastrava entre os humanos, fundaram religiões que cultuavam a Deus e mesmo assim, foram ensinadas a temê-lo e não a amá-lo e neste círculo vicioso sem fim que perdura até hoje, formou-se a eterna luta entre o Bem e o Mal, os quais são frutos do mesmo Núcleo Central Cósmico, e sendo assim, os revoltados continuam revoltados e endeusando o deus do mal Lúcifer, Satanás, o Diabo e os que ainda tentam um lugar no positivismo, continuam endeusando seus avatares do Bem, entre eles Jesus e muitos outros.

Pode-se imaginar quantas milhares de seitas e religiões surgiram dessa luta sem fim! Sem esquecermos, que o Núcleo Central Cósmico durante a criação do Universo e seu imenso conteúdo, veio criando as leis de ação e reação, causa e efeito e etc, as quais vieram se formando a cada delito praticado, contra a construção e a elevação do ser de volta a sua origem — Deus, o qual terá seu direito a elevação e ao progresso, mesmo que leve milênios para que isso aconteça e ele tenha que passar por milhões de reencarnações para planetas como a Terra ou pela troca simples e pura de suas vestimentas energéticas em planetas mais evoluídos!

TEXTO DE AUTORIA EXCLUSIVA DE DOMINGOS YEZZI — Aqui cai por terra a teoria do Big Bang, prevalecendo a minha afirmação de que o Universo se inciou desde o micro ao macrocosmos.

Abraços,
DYezzi::.

[box type=”note” size=”large”]Translated Text: Lucifer… true or legend?[/box]