Querida Humanidade dos Tempos Atuais

Vicente de Paula
Vicente de Paula

Convido a todos para que, juntamente comigo e com Jesus, comunguemos em um único ideal. O ideal da contribuição, da participação urgente e necessária afim de conseguirmos amenizar as grandes catástrofes que irão abalar os alicerces do Universo e muito mais da Terra.

Vocês que hoje vivem no século XX já trilharam longos e longos caminhos através dos séculos. Muitos foram anônimos pesquisadores que gastaram várias de suas existências a reunir dados que muitos na época consideraram inúteis, mas que foram essenciais aos trabalhos daqueles que os sucederam, “muitos deles são vocês próprios”.

A Terra gerou uma plêiade de inteligências que foi construindo uma fantástica plataforma aos conhecimentos humanos que se prolongaram através do Cosmo, até planetas e humanidades hoje considerados super evoluídos. Desta forma, o homem Terra ou os espíritos que para cá vieram não permaneceram inativos ou estagnados, ao contrário, foram ativos e ativados ao bem comum, não só deste planeta mas do Universo todo. A contribuição e participação de que falei acima, já foi dada por todos vocês, uns em maior outros em menor escala, mas todos cooperaram. As luzes dessas contribuições continuam chegando até nós, iluminando novas gerações de espíritos.

Não devemos deixar interromper esses elos tornando-os inativos pelo simples fato de que muito já demos e agora só nos resta receber. Não devemos deixar de nos alimentar na constante pesquisa da verdade. Não devemos desanimar ante um frágil corpo que se apaga – frágil externamente – porque sua frágil luzinha continuará a brilhar através dos séculos, iluminando com seu Amor, inspirando nobres sentimentos.

Não esqueçamos que nossos vidas dependem de outras vidas, somos tripulantes do mesmo barco. Junto recebemos as dádivas da natureza. Temos todos o mesmo estágio embrionário no seio materno. E partiremos todos um dia. Nos desligaremos todos, um dia, da corrente humana que se agita sobre a Terra.

VICENTE DE PAULA

Mensagem captada por C. A.Yezzi , Ribeirão Preto, 22/abril/1980 às 22h
Paz Amigo

Anúncios