Outras Observações

Com relação as mensagens recebidas de entidades espirituais (desencarnados), o processo utilizado é o da psicografia que é processo de escrita mecânica direta entre mortos (espíritos) e vivos (médiuns). As mensagens recebidas de seres de outros planetas (seres encarnados), o processo utilizado é o da mentografia que é o processo de escrita direta inter-vivos à longas distâncias, e que também faz uso a telepatia, incorporação inter-vivos, projeção do duplo-etérico, materialização energética sem o uso do ectoplasma, psicometria, vidência, clarividência e outros.

Em ambos os processos, quando as mensagens estiverem aqui em forma de manuscritos, a grafia predominante é a do médium que não pode deixar de intervir devido a grande dificuldade de adaptação imediata tanto do espírito desencarnado e mais ainda dos seres de outros planetas. Portanto, a grafia fica um tanto modificada parecendo um pouco a grafia do médium e um pouco a grafia do ser emissor da mensagem. Isto não invalida de forma alguma o seu conteúdo, idéias e intenções do espírito ou ser manifestante, o qual, só adquire sua total personalidade no momento que assina a mensagem ou quando a transmite no seu idioma original.

Esta observação se faz necessária porque logicamente haverão aqueles que tentarão comparar as grafias aqui expostas com aquelas entidades que viveram na terra e deixaram alguma coisa escrita.

Quando a mensagem for mostrada já datilografada é porque tomamos o cuidado de transcreve-las na época que foram emitidas para  facilitar a leitura daqueles que a leriam na época, uma parte será demonstrada em “fac-símile” da forma como foram escritas na ocasião.

Aqui selecionamos algumas delas para que o leitor tome conhecimento dos vários tipos de fluxos de mensagens que viemos recebendo durante o tempo que fizemos nossos trabalhos de pesquisas.

Peço ao leitor que se atenha, se possível, apenas no teor e conteúdo das mensagens e aproveite o que lhe for útil. Quanto a fonte emissora da mensagem se é legítima ou não, deixe entregue ao sabor do Tempo e de Deus, que futuramente haverão de ser comprovados.

Nossa intenção é de levar ao leitor as várias nuânces, as coisas pitorescas e bem particulares de nossas pesquisas. Não tememos críticas ou julgamentos de quem quer seja, pois temos certeza de nossa pureza de propósitos.